Winity se posiciona sobre abertura de documentos pela Anatel

Operadora neutra móvel, entrante no mercado, diz que seu projeto condiz com os objetivos do Leilão 5G

Freepic

A Winity emitiu posicionamento nesta quarta-feira, 15, a respeito da abertura dos documentos do processo de anuência prévia ao acordo de exploração industrial e o de ran sharing firmado em 2022 com a Vivo. O tema tem suscitado toda sorte de ânimos e manifestações na agência e também no Cade.

Em dezembro, a PFE junto à Anatel emitiu um parecer contrário ao negócio por entender que fere as regras do edital do Leilão 5G, ocorrido em 2021. A área técnica da Anatel acolheu a visão, e enviou recomendação para que o Conselho Diretor recuse o negócio. No entanto, não existe ainda consenso.

Por isso, a Winity se posicionou hoje, publicamente. Na manifestação, diz que o relatório da PFE não é um documento decisório, mas a análise de um dos órgãos que avaliam o caso, e ressalta que a palavra final é do colegiado da Anatel. Confira:

“A Winity teve acesso, na data de hoje, à versão pública dos documentos preparatórios elaborados em dezembro de 2022 pelas áreas técnicas da Anatel. Conforme explicitado na Análise do Conselheiro Relator, os documentos não possuem natureza decisória e foram elaborados com base nas informações disponíveis naquela ocasião.

O objetivo do Leilão é totalmente aderente ao modelo de negócio em desenvolvimento pela Winity, que pretende estabelecer uma rede de atacado que beneficiará toda a indústria e, sobretudo, da população brasileira, que terá acesso substancialmente maior à telefonia e à internet.

A Winity destaca que o parecer foi emitido em dezembro de 2022 e que diversos avanços aconteceram desde então, com destaque para os esforços comerciais da Winity em oferecer propostas vantajosas e efetivas para apoiar os novos entrantes. A Winity já apresentou à Anatel todos os documentos que comprovam sua intenção concreta de negociar com toda a indústria, com condições comerciais competitivas. O interesse da Winity é firmar parcerias com o maior número possível de operadoras. A Winity confia na construção de um cenário de conciliação em prol do interesse público e do desenvolvimento do setor.

A Winity segue atuando de forma proativa e transparente junto à Anatel e ao CADE, confiante de que trará mais inclusão digital e conectividade aos brasileiros, incluindo a cobertura a mais de 6 milhões de pessoas nas localidades remotas e 7,8 milhões de veículos nos 35 mil km de rodovias das suas obrigações, e para um total de mais de 42 milhões de pessoas com o seu projeto completo.”

Avatar photo

Rafael Bucco

Artigos: 4217