Governo dos EUA processa Google por monopólio do mercado de anúncios digitais

Com apoio de oito estados, Departamento de Justiça norte-americano alega que gigante de tecnologia adotou práticas anticompetitivas para eliminar concorrentes nos últimos 15 anos
Governo dos EUA processa Google por monopolizar comércio de anúncios na internet
Governo dos EUA alega que Google força anunciantes a usarem os seus serviços (crédito: Freepik)

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos entrou, nesta terça-feira, 24, com um processo antitruste contra o Google por monopólio do mercado de anúncio digitais. A ação tem o apoio das Procuradorias-Gerais de oito estados (Califórnia, Colorado, Connecticut, Nova Jersey, Nova York, Rhode Island, Tennessee e Virgínia).

No processo, o governo norte-americano alega que a gigante de tecnologia monopoliza as principais tecnologias de publicidade digital, de modo que anunciantes se tornam dependentes de suas ferramentas.

Além disso, o Departamento de Justiça aponta que, nos últimos 15 anos, o Google adotou condutas anticompetitivas e excludentes, no sentido de neutralizar ou eliminar concorrentes do setor de tecnologia. Isso ocorreria por meio de aquisições de empresas, domínio do mercado digital para forçar editoras e anunciantes a usarem seus produtos e práticas que inibem a capacidade de usar serviços concorrentes.

“Ao fazer isso, o Google consolidou seu domínio em ferramentas utilizadas por editoras de sites e anunciantes online”, afirma, em nota, o Departamento de Justiça.

O governo norte-americano também destacou que, como resultado do monopólio, o Google fica, em média, com mais de 30% dos dólares aportados em publicidade digital. “A conduta anticompetitiva do Google suprimiu tecnologias alternativas, dificultando a adoção delas por editoras, anunciantes e rivais”, pontuou.

Este não é o primeiro processo do governo dos Estados Unidos contra a subsidiária da Alphabet. Em 2020, o Departamento de Justiça processou o Google por monopolizar a pesquisa online e a publicidade de pesquisa (método de pôr anúncios online em páginas da web que mostram resultados de consultas de mecanismos de pesquisa). O litígio relacionado à pesquisa está previsto para ir a julgamento em setembro deste ano.

Não é só o governo dos EUA que apertou o cerco contra as práticas do Google. A empresa também enfrenta processos em outras jurisdições. A Comissão de Competição da Índia (CCI), por exemplo, multou a empresa em US$ 162 milhões por abuso de posição dominante do sistema Android. Penalização semelhante foi aplicada pela Comissão Europeia.

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10578