TV paga e telefonia fixa seguem em queda e perdem assinantes em julho

Acessos de TV por assinatura recuaram 14,8% no acumulado de 12 meses, de acordo com dados da Anatel; total de linhas de telefone fixo, por sua vez, encolhe 5,7% no mesmo intervalo
Serviços de TV por assinatura e telefonia fixa recuam em julho, mostra Anatel
Serviços de TV por assinatura e telefonia fixa perdem assinantes em julho (crédito: Freepik)

Os acessos de TV por assinatura no Brasil recuaram 1,5% em julho, na comparação com junho, de acordo com dados divulgados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Com isso, a TV paga fechou o sétimo mês do ano com 12,68 milhões de clientes em todo o País (o total inclui 1,4 milhões de acessos livres via satélite).

Em junho, o número de acessos somava 12,87 milhões. Desse modo, em números absolutos, houve a perda de aproximadamente 192 mil assinantes. Na comparação de julho com o mesmo mês do ano anterior, a baixa foi de 14,8%.

De acordo com o balanço da Anatel, a Claro segue na liderança do segmento. A operadora detém 5,65 milhões de assinantes, número que representa 44,6% do mercado de TV paga. No entanto, nota-se que a base da empresa caiu 1% na comparação mensal e 11,8% no acumulado de 12 meses.

Em seguida, aparecem a Sky (3,64 milhões de acessos), com 28,8% de participação, e Oi (2 milhões), responsável por 16,4% das assinaturas. As demais empresas têm menos de 1 milhão de clientes. Abaixo dessa marca, a Vivo é a melhor colocada, com 866 mil acessos (6,8% do mercado).

Telefone fixo

Assim como a TV por assinatura, a telefonia fixa segue em queda no País. Segundo a Anatel, em julho, eram 26,34 milhões de linhas, queda de 0,6%, na comparação com junho (26,49 milhões), e de 5,7%, em relação ao mesmo período do ano passado (27,95 milhões).

Os dados mostram que as autorizadas lideram a oferta de linhas fixas, com 54% das linhas ativas ao fim de julho. As concessionárias, por sua vez, ficaram com 46% da base total.

No total do mercado, Claro (7,61 milhões), Oi (7,18 milhões) e Vivo (6,77 milhões) são responsáveis por quase 82% dos acessos.

A fibra óptica é a tecnologia mais utilizada nas conexões de telefones fixos. São mais de 12,44 milhões de linhas com esse tipo de cabo no País. Inclusive, o número de linhas com fibra aumentou em cerca de 30 mil entre junho e julho. Cabos metálicos (9 milhões de acessos) e coaxiais (4 milhões) vêm logo atrás.

Avatar photo

Eduardo Vasconcelos

Jornalista e Economista

Artigos: 842