Think tank da Anatel terá igualdade de gênero

Conselho Superior do Ceadi deverá ter ao menos 7 mulheres em sua composição. Atualmente, há apenas uma.

(crédito: Freepik)

O “think tank” da Anatel, Centro de Estudos Altos Estudos em Comunicações Digitais e Inovação Tecnológica (Ceadi) mudou seu regimento interno em busca da igualdade de gênero. Agora, o Conselho Superior do órgão ligado à Anatel terá o mesmo número de integrantes homens e mulheres. Hoje, a composição tem apenas uma mulher, Roberta Maria Rangel, e vai subir para sete.

A proposta foi apresentada pelo conselheiro diretor Alexandre Freire e aprovada em matéria submetida ao Conselho Diretor. De acordo com Freire, que é presidente do Conselho Superior do Ceadi, a “iniciativa não apenas reforça os valores essenciais da Anatel, mas também evidencia o empenho em construir uma comunidade mais inclusiva e inovadora. Ao ressaltar a equidade de gênero, a Anatel reafirma seu papel na vanguarda das agências reguladoras, liderando não apenas no setor de telecomunicações, mas também servindo de exemplo inspirador para outras instituições.”

A recente aprovação do Regimento Interno do Ceadi pelo Conselho Diretor reafirma o compromisso da Anatel em promover a representatividade e a inclusão. Em consonância com os princípios dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da ONU, o Ceadi ativamente prioriza a participação equitativa de gêneros, reconhecendo a importância da diversidade nas decisões estratégicas sobre produção de conhecimento.

O Conselho do Ceadi é formado por presidente e cinco representantes da Anatel e por oito representantes da sociedade civil e da comunidade acadêmica. Os nomes são todos definidos pela agência, aprovados pelo Conselho Diretor.

O órgão tem orçamento próprio e a missão de fomentar pesquisas científicas e o debate acadêmico do setor de comunicações digitais, inovações tecnológicas e segurança cibernética, tanto interna quanto externamente à Anatel. A secretaria executiva do Ceadi compete à Assessoria Técnica da agência(ATC).

Além da igualdade de gênero, o regimento reserva vagas para especialistas em  Direito, Economia, Engenharia de Telecomunicações e ao menos uma das seguintes áreas: Engenharia da Computação, Ciências da Computação ou Ciência de Dados. O conselho é renovado em um terço de seus integrantes a cada dois anos.

O novo regimento do Ceadi passa a valer em 1º de fevereiro.

Atualmente, integram o Conselho Superior do Ceadi:

Pela Anatel

  • Alexandre Reis Siqueira Freire – Conselheiro – Presidente do Conselho Superior do Ceadi
  • Vicente Bandeira de Aquino Neto – Conselheiro – Vice-presidente do Conselho Superior do Ceadi
  • Abraão Balbino e Silva – Superintendente Executivo
  • Gustavo Santana Borges – Superintendente de Controle de Obrigações
  • Nilo Pasquali – Superintendente de Planejamento e Regulamentação
  • Vinícius Oliveira Caram Guimarães – Superintendente de Outorga e Recursos à Prestação

Pela Sociedade Civil e Comunidade Acadêmica

  • Anderson Clayton Alves Nascimento
  • Carlos Nazareth Motta Marins
  • Otavio Luiz Rodrigues Junior
  • Rafael de Alencar Araripe Carneiro
  • Roberta Maria Rangel
  • Sandro Miguel Ferreira Mendonça
  • Victor Oliveira Fernandes
  • Vinícius Marques de Carvalho
Avatar photo

Rafael Bucco

Artigos: 4094