Telefônica Brasil contrata rede em 700 MHz da Winity

Acordo entre Telefônica Brasil e Winity prevê uso de até 3,5 mil sites ao longo dos próximos oito anos. Vivo também vai usar o bloco de 700 MHz da atacadista em 1,1 mil cidades por 20 anos.

Crédito: Freepick

A Telefônica Brasil avisou ao mercado nesta segunda-feira, 8, que fechou acordo com a atacadista móvel Winity. O contrato autoriza a Vivo a utilizar a infraestrutura passiva da Winity para ampliação da cobertura de serviços de telefonia móvel, podendo alcançar 3.500 sites ao final de 2030.

Além disso, a Winity alugou à Telefônica um bloco de 5MHz + 5MHz da faixa de seu espectro de radiofrequência nacional em 700MHz, a ser utilizado em aproximadamente 1.100 municípios por até 20 anos.

Por fim, a Winity assinou com a Vivo um contrato de roaming, que poderá evoluir para RAN Sharing “em função do tráfego cursado”.

O acordo permitirá à Winity atender a obrigação assumida no leilão, de cobrir com 4G rodovias e localidades do Brasil.

A atacadista terá acesso à infraestrutura existente da Vivo e a combinará com a que irá construir. A Vivo instalará equipamento em sites construídos pela Winity e levará o serviço para trechos de rodovias e localidades sem cobertura 4G.

A parceria entre as empresas ainda precisa ser avaliada pelos órgãos reguladores brasileiros, antes de ser efetivada. Depende, portanto, da anuência prévia da ANATEL e da aprovação pelo CADE.

As empresas não revelaram detalhes financeiros do negócio.

A Winity foi uma das quatro empresas que entraram no mercado móvel brasileiro no leilão de frequências realizado pela Anatel em novembro de 2021. Mas, diferente de Brisanet, Unifique e Cloud2U, a Winity comprou espetro na faixa de 700 MHz, utilizado para o 4G no Brasil, com a intenção de explorá-lo como atacadistas – sem clientes no varejo, sem atender o consumidor final, portanto.

A empresa tem como CEO Sergio Berkeierman e foi criada pelo fundo Pátria Investimentos, que investiu no passado na Vogel Telecom e na Highline. A primeira, vendida para o Grupo Algar, e a segunda, para o fundo norte-americano Digital Colony.

No leilão da Anatel, a Winity arrematou bloco na faixa nacional de 700 MHz por R$ 1,42 bilhão – ágio de 805%.

Avatar photo

Rafael Bucco

Artigos: 4153