Metade dos usuários de internet faz compras em lojas digitais

Pesquisa TIC Domicílios indica que 78 milhões de pessoas utilizaram a web para adquirir produtos e serviços em 2023; comércio eletrônico é mais usado por indivíduos com escolaridade de nível superior e de famílias de renda mais elevada

Metade dos usuários de internet usa o comércio eletrônico para fazer compras digitais
Compras digitais já são feitas por 50% dos usuários de internet no Brasil (crédito: Reprodução)

Metade dos usuários de internet no Brasil faz compras no comércio eletrônico, aponta a pesquisa TIC Domicílios 2023, divulgada nesta quinta-feira, 16, pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br). Em números absolutos, pelo menos 78 milhões pessoas utilizaram a web para adquirir algum produto ou serviço em lojas digitais entre o segundo semestre de 2022 e o primeiro de 2023.

O dado aponta avanço de cinco pontos percentuais em relação ao observado na edição anterior da pesquisa (45%), embora fique dentro da margem de erro na comparação anual.

O número de usuários que adquiriram produtos ou serviços no e-commerce se refere aos últimos 12 meses anteriores ao levantamento (os dados foram coletados de março a julho deste ano).

Segundo a TIC Domicílios, as compras no ambiente digital são mais comuns para usuários de internet que vivem nas cidades (52%) do que no campo (34%). A região Sudeste lidera a estatística (59%), seguida pelos estados do Sul (52%). O Centro-Oeste (48%) e o Norte (44%) aparecem pouco abaixo da média nacional. A participação das compras online no Nordeste fica em 34%.

O levantamento mostra que pessoas com formação de nível superior (78%) são as que mais usam a web para adquirir produtos e serviços, com larga vantagem em relação à população de nível médio (58%). As proporções dos estratos que estudaram até o Ensino Fundamental ou até o Infantil chegam a 21% e 13%, respectivamente.

As compras online também são mais comuns para indivíduos que pertencem a famílias com maior nível de renda. Na classe A, o hábito de fazer compras pela internet alcança 86% dos usuários da rede; 75% na classe B; 50% na classe C; e apenas 22% nas classes DE.

Governo digital

O estudo aponta que 73% dos usuários e internet com 16 anos ou mais utilizaram os serviços de governo digital em 2023. O índice aponta avanço de oito pontos percentuais em relação a 2022.

Assim como o comércio eletrônico, os serviços digitais de órgãos públicos são mais usados por indivíduos de classes mais altas, chegando, por exemplo, a 92% na A e 88% na B. O percentual cai para 73% na classe C e 56% nos estratos DE.

Avatar photo

Eduardo Vasconcelos

Jornalista e Economista

Artigos: 888