Já usada na China, IA generativa da Huawei deve chegar aos bancos brasileiros

Tecnologia pode ser usada para acelerar análise de dados e resolução de problemas; executivo diz que soluções de IA e nuvem modernizaram o sistema bancário chinês
Jason Cao, CEO de Finanças Digitais Globais da Huawei, fala sobre IA generativa e bancos em painel do Febraban Tech
Jason Cao, CEO de Finanças Digitais Globais da Huawei, aponta como IA generativa pode modernizar os sistemas dos bancos (crédito: Huawei/Divulgação)

A Huawei espera estreitar os laços com o setor financeiro brasileiro por meio de uma solução de Inteligência Artificial (IA) generativa voltada para negócios. A tecnologia, segundo Jason Cao, CEO de Finanças Digitais Globais da fabricante chinesa, já é usada nos bancos da China e despertou interesse das instituições bancárias brasileiras.

Durante o Febraban Tech, evento realizado nesta semana em São Paulo, o executivo disse que a companhia vai construir, junto aos bancos parceiros, uma estrutura resiliente para resolução de problemas a partir da aplicação da IA.

“Hoje, vemos os bancos líderes no mercado com 4 ou 5 mil camadas de dados para prever o comportamento dos clientes. É preciso unificar o serviço de dados em uma interface, para habilitar o negócio e conseguir utilizar da melhor maneira”, afirmou Cao. “Acelerar essa análise de dados em tempo real para descobrir o valor das informações e permitir a entrega da inovação para os clientes”, acrescentou.

Segundo o executivo, o futuro da Huawei pressupõe o investimento massivo em tecnologias para o setor financeiro. Além disso, pontuou que muitos bancos não são nativos digitais e que um volume grande de dados transita por seus sistemas. Dessa maneira, a empresa vê oportunidades para a oferta de modelos de nuvem adequados ao segmento. Estratégia semelhante foi adotada pela companhia na abordagem com bancos na China.

“Nós reconstruímos nosso sistema de negócio que já está aplicado atualmente, baseado na nuvem e nas suas aplicações para América Latina e Brasil. E os bancos chineses estão em uma jornada holística para serem mais tecnológicos. Hoje, é possível fazer pagamentos online em qualquer lugar da China. Para modernizar os sistemas, é necessário empoderar a tecnologia”, asseverou.

Mais conhecida pela proximidade com o setor de telecomunicações, a Huawei atua fornecendo produtos e serviços ao setor financeiro há 13 anos. A empresa tem mais de 3,3 mil clientes em mais de 60 países, incluindo bancos brasileiros.

 

Avatar photo

Redação DMI

Artigos: 1794