Brisanet vai instalar uma estação 5G para cada 10 mil clientes

CEO da Brisanet, José Roberto Nogueira, estimou que número é até 6 vezes superior à média do que está sendo praticado pelas operadoras nacionais no 5G.

Crédito: Freepik

O CEO da operadora Brisanet, José Roberto Nogueira, afirmou em conferência de resultados na manhã desta quinta-feira, 11, que a empresa vai instalar uma estação radiobase 5G para cada 10 mil pessoas. O número é seis vezes superior ao praticado até este momento pelas grandes empresas, destacou.

“Cada ERB nossa foi planejada para atender grupo de 10 mil habitantes. As operadoras nacionais implantam para cada 100 mil por obrigação do edital, mas colocaram mais, deve ter ficado em 60 mil habitantes em média”, comentou.

Segundo ele, a companhia caminha a passos largos para ativar o serviço 5G em dezenas de cidades neste ano. A meta é começar a comercializar o serviço no final de junho, e iniciar o faturamento desses clientes no final de setembro.

Em julho, disse, o sinal será ativado em 20 cidades do Centro Sul do Ceará e no Rio Grande do Norte, em cidades na divisa com o Ceará. Este mercado, falou ele, corresponde hoje a 800 mil acessos móveis.

Ao final do ano ele espera ter o serviço disponível em “bem mais de 40 cidades” do interior cearense, além de Fortaleza. No primeiro trimestre deste ano, a empresa investiu R$ 35 milhões na implantação do 5G, valor que deve chegar a R$ 350 milhões até o fim de dezembro.

Nogueira enfatizou que entrará no mercado com vantagens competitivas em relação às grandes operadoras. Por um lado, oferecendo cobertura atraente onde as rivais de grande porte falham. Por outro, utilizando equipamentos mais modernos, sem necessidade de conciliar redes legadas com equipamentos de nova geração.

“Isso reduz custos de manutenção”, ressaltou, o que ajudará nos cálculos dos preços que pretende cobrar.

A Brisanet vai utilizar tanto o espectro de 2,3 GHz quando o de 3,5 GHz, como já explicou no passado, para ofertar 4G e 5G. Apenas o 5G não é possível, ressaltou, porque a base de celulares 4G ainda é a esmagadora maioria no país.

 

 

Avatar photo

Rafael Bucco

Artigos: 4150