Brisanet ganha 12,4 mil clientes em novembro e base chega a 1,27 milhão

Operadora estendeu o alcance da rede de fibra para 10,1 mil casas passadas no mês passado, contudo, sinalizou que foco agora é no 5G
Brisanet ganha 12,4 mil clientes em novembro de 2023
Operadora ganhou clientes em novembro, apesar da desaceleração de novos contratos (crédito: Brisanet)

A operadora nordestina Brisanet divulgou os dados operacionais referentes ao mês de novembro, período no qual registrou crescimento orgânico de 12,4 mil clientes. Com isso, a base de banda larga fixa encerrou o mês passado com 1,279 milhão de acessos.

Em relação a outubro, quando contava com 1,267 milhão de assinantes, a carteira de clientes da Brisanet teve alta de 0,9%.

A empresa também informou que ampliou a rede de fibra óptica. Em novembro, as adições de casas passadas (home passeds, ou HPs, em inglês) – isto é, residências que podem contratar o serviço de banda larga – totalizaram 10,1 mil domicílios.

Com isso, ao fim do mês passado, a rede passava em frente a 6,98 milhões de unidades habitacionais em 158 municípios dos nove estados da região Nordeste (Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Piauí, Sergipe, Maranhão e Bahia).

Em dezembro, os investimentos na extensão da rede de fibra devem diminuir. “Até o final de 2023, o ritmo de expansão de FTTH mensal ainda vai ser mais reduzido já que a Companhia vai focar a expansão da infraestrutura no negócio móvel 4G/5G”, reforça a operadora, em trecho do relatório operacional.

No momento, a Brisanet, entrante da telefonia celular, trabalha de forma controlada a ativação da rede móvel. No início do ano que vem, a operadora deve lançar comercialmente, em larga escala, os planos de telefonia e banda larga de quarta e quinta gerações.

No comunicado, a companhia não mencionou a meta estipulada para este ano de alcançar 1,3 milhão de clientes no segmento de internet fixa. Contudo, ressaltou que “o cenário econômico brasileiro, especialmente na região onde atuamos, segue desafiador”, citando a inflação e a estratégia dos concorrentes como fontes de pressão no mercado de telecomunicações.

Agility Telecom

O relatório operacional também traz dados sobre a Agility Telecom, marca que fornece serviços de internet sob o modelo de franquias. A subsidiária encerrou novembro com 185 mil clientes, baixa de 3,3% em relação a outubro (191,4 mil). O número de franqueados também diminuiu – caindo de 73, em outubro, para 70, em novembro.

Segundo a Brisanet, a marca está passando por mudanças e uma revisão de alguns parceiros está em curso. O serviço de telefonia móvel deve ser integrado à Agility no futuro.

“A ideia é que os franqueados venham a participar da operação do 5G, em modelo ainda em formatação”, sinaliza a companhia.

Avatar photo

Eduardo Vasconcelos

Jornalista e Economista

Artigos: 842