Emprego no setor eletroeletrônico atinge em maio maior nível em 12 meses

Dados do Novo Caged compilados pela Abinee apontam 276,4 mil trabalhadores na indústria elétrica e eletrônica, alta de 3% na comparação com maio do ano passado; neste ano, setor acumula saldo positivo de 10,8 mil empregos
Emprego no setor eletroeletrônico cresce em maio pelo quinto mês seguido
Nível de emprego no setor eletroeletrônico vem crescendo em 2024 (crédito: Freepik)

O número de empregados no setor eletroeletrônico, que inclui a produção de equipamentos de telecomunicações, cresceu pelo quinto mês consecutivo em maio, de acordo com dados do Novo Caged, compilados pela Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee). O saldo aponta adição de 903 postos de trabalho nesse ramo no quinto mês do ano.

Com isso, a indústria eletroeletrônica totalizou 276,4 mil funcionários, o maior nível em 12 meses e avanço de 3% na comparação com maio de 2023, quando havia 268,2 mil pessoas empregadas no setor.

De janeiro a maio, o setor acumula saldo positivo de 10,8 mil postos de trabalho. Nota-se que a geração de empregos foi mais forte no primeiro trimestre, com a adição de 3,4 mil empregados em janeiro, 2,5 mil em fevereiro e 3 mil em março. Em abril (890 empregos) e maio (903), o incremento na empregabilidade foi mais modesto.

“É importante destacar que este acréscimo ocorreu mesmo com a redução no nível de emprego verificada no Rio Grande do Sul devido aos desastres climáticos que vêm ocorrendo nesta região”, destacou a Abinee, em comunicado.

A associação indica que, com base nos dados do Novo Caged, houve perda de 156 postos de trabalho na indústria elétrica e eletrônica no estado gaúcho em maio. Contudo, as contratações em outros territórios compensaram a baixa localizada.

Os dados ainda mostram que, no intervalo de um ano, até maio de 2024, a quantidade de trabalhadores no setor foi incrementada pela criação de 8.067 postos de trabalho. Além disso, especificamente no quinto mês deste ano, foram feitas 10,8 mil contratações, ao passo que 9,9 mil funcionários foram demitidos.

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10667