Abrasat e Sindisat elegem novos diretores

Mauro Wajnberg, da Telesat, assume o cargo de presidente da Abrasat. Fábio Alencar, da SES, assume a presidência do Sindisat no lugar de Luiz Otávio Prates, da Claro, que esteve à frente das entidades nos últimos 20 anos.
Mauro Wajnberg, da Telesat
Mauro Wajnberg, da Telesat

A Abrasat – Associação Brasileira das Empresas de Telecomunicações por Satélite, e o Sindisat – Sindicato Nacional das Empresas de Telecomunicações por Satélite, acabam de eleger suas novas diretorias, com início de mandato a partir de 13 de junho e 1 de julho, respectivamente. Ambas as entidades reúnem empresas do setor de satélites no Brasil.

Mauro Wajnberg, da Telesat, assume o cargo de presidente da Abrasat pelos próximos dois anos, no lugar de Fábio Alencar, da SES, que assume a presidência do Sindisat pelos próximos quatro anos, em substituição a Luiz Otávio Prates, da Claro. As vice-presidências serão ocupadas por Michelle Caldeira (SES), na Abrasat, e Lincoln Oliveira (Claro), no Sindisat.

As diretorias também foram alteradas. Na Abrasat, passa a ser composta por: Márcio Assis Brasil (Intelsat), Sergio Maia (Hughes), Érica Neves (Claro), Tobias Dezordi (Gilat), Luis Carlos Correia (Inmarsat). No Sindisat, a nova diretoria será composta por Luis Fernando Fernandes (Hispamar), Carla Cândido (Hughes) e Rodrigo Campos (Eutelsat).

“A Abrasat trabalhará para que as oportunidades trazidas pelo advento do New Space se traduzam em desenvolvimento da indústria e do país”, diz Mauro Wajnberg.

“Depois de quatro anos na presidência da Abrasat, seguiremos buscando contribuir para o setor satélite brasileiro agora com um desafio ainda maior que é o de dar continuidade no Sindisat ao excelente trabalho do nosso eterno presidente Luiz Otávio Prates”, diz Fábio Alencar.

Passa bastão

Luis Otávio Prates, da Claro
Luis Otávio Prates, da Claro (Foto: Gabriel Jabur)

As diretorias eleitas destacam, em nome de todo o setor, o seu agradecimento pelo significativo trabalho desenvolvido pelo atual presidente do Sindisat, Luiz Otavio Prates, que foi também o primeiro presidente da Abrasat e que por quase vinte anos investiu seu tempo, experiência e capacidade de liderança para conduzir o desenvolvimento das duas entidades até a consolidação destas como participantes ativos e relevantes do ecossistema de telecomunicações do Brasil.

LO, como é conhecido por todos, têm sido incansável na defesa do setor e na busca dos caminhos de consenso entre todos os membros das duas organizações. Apesar de estar se afastando dos cargos formais da diretoria, as entidades esperam seguir contando com sua contribuição para a continuidade dos trabalhos que as novas diretorias deverão desenvolver.

A Abrasat foi criada em 2003 para reunir as empresas privadas de satélite sediadas no Brasil e que detenham o direito de exploração de satélite brasileiro ou estrangeiro. A associação também inclui empresas que prestam serviços de telecomunicações suportados por redes de satélites e empresas de engenharia, empresas que industrializem equipamentos necessários à prestação dos serviços suportados por redes de satélites e suas representantes comerciais e empresas com relevante interesse na área de telecomunicações por satélite.

O Sindisat foi criado em 2004 como uma entidade sindical com o objetivo de atuar nos interesses específicos das empresas do segmento satélite não apenas no campo trabalhista mas também em estudos, coordenação, defesa e representação legal do setor de satélites, tendo como base todo o território nacional. (Com assessoria de imprensa)

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10572