Proteção de dados: pesquisa mapeia informações pessoais mais expostas na internet

Levantamento da NordVPN revela que endereço completo é um dos dados mais divulgados publicamente, 81,4% dos casos. Informações bancárias representam 29%.
Crédito: Freepik
Crédito: Freepik

Pesquisa realizada pela NordVPN, especialista em cibersegurança, revela que brasileiros passam o equivalente a 91 horas semanais na internet. Neste contexto de intenso tráfego, a empresa identificou quais são as informações pessoais mais expostas publicamente.

De acordo com o levantamento, entre os dados mais divulgados publicamente estão:

  • Nomes e sobrenomes (91,5%)
  • Data de nascimento (86,1%)
  • Endereço completo (81,4%)
  • Status de relacionamento (43,9%)
  • Cargo (40,6%)
  • Informações bancárias (29%)

Daniel Markuson, especialista em privacidade digital da NordVPN explica que a divulgação de informações pessoais nem sempre é consensual.

“Tenha cuidado com o conteúdo recebido, como anexos e links, e verifique o remetente, eles podem ser um sinal de fraude”, alerta Markuson.

Hábitos na internet

De acordo com a pesquisa, apenas 20% das horas gastas na internet são para o trabalho. Por, aproximadamente, 72 horas semanais, os usuários estão “distraídos” com outras atividades.

A maior quantidade de tempo gasto nas horas livres, mais de 13h, é com programas de TV, filmes e séries em streaming, seguido de acompanhar vídeos pelo YouTube, com a média de 12 horas e 8 minutos. Em terceiro lugar, com 11 horas e 19 minutos semanais, são dedicados ao entretenimento em redes sociais como Facebook, WhatsApp e Instagram, de acordo com o levantamento.

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10693