Procon-SP questiona Claro, TIM, Vivo e até a Oi por causa do 5G

Procon-SP quer saber das operadoras quais os celulares compatíveis, se a rede 5G standalone exige de fato SIM Card novo para ser utilizada e onde há cobertura. TIM e Vivo dizem que vão responder. Claro diz que não recebeu a notificação. E Oi lembra que saiu do mercado móvel.
O Procon-SP resolveu notificar as quatro maiores operadoras de telecomunicações em razão da qualidade do 5G oferecido na capital paulista. O órgão notificou Claro, TIM e Vivo – as três empresas que compraram espectro no último leilão da Anatel – e até a Oi, que saiu do mercado móvel em abril.

Segundo o Procon-SP, a notificação exige respostas a questionamentos sobre as ofertas de conectividade 5G.

“As empresas deverão informar qual a linha de aparelhos compatíveis ao serviço 5G atualmente comercializados pela empresa e apresentar informativos disponibilizados aos consumidores para esclarecimentos das mudanças implementadas no uso da nova tecnologia”, diz o Procon-SP.

Especificamente sobre a implementação da rede externa e do suporte aos atuais e novos consumidores para utilização da tecnologia, o órgão quer saber se há necessidade de substituição de chip ou demais dispositivos para uso do serviço, comprovando os valores eventualmente cobrados no ajustamento.

O Tele.Síntese apurou que, sim, o consumidor que desejar se conectar em rede 5G Standalone (5G puro) precisa trocar o SIM Card devido à maior quantidade de itens de sinalização e da  criptografia reforçada da tecnologia.

O Procon-SP também questiona como será a adequação dos planos vigentes para atendimento a essa tecnologia; quais as principais diferenças entre a nova tecnologia e as anteriores, explicitando a qualidade, eficiência e segurança dos serviços amparados pela mencionada oferta de conectividade e qual a área de cobertura, velocidade, garantia do serviço e período de latência aplicados aos dispositivos conectados ao serviço 5G.

O órgão também questionou se o consumidor manterá sua conectividade e acesso aos serviços por frequência diversa no caso de indisponibilidade do serviço 5G por localização do usuário ou causa diversa.

As empresas têm até o dia seis de setembro para responder aos questionamentos do Procon-SP.

O que dizem as empresas

Vivo – “A Vivo mantém uma página dedicada ao 5G (www.vivo.com.br/5G ) com as localidades onde a tecnologia já está disponível. Além disso, o passo a passo para usar a tecnologia de quinta geração e quais são os aparelhos compatíveis estão disponíveis no site, que conta ainda com perguntas e respostas frequentes feitas pelos consumidores. A empresa responderá ao Procon-SP dentro do prazo estipulado pelo órgão.”

Claro – “A Claro informa que ainda não recebeu a notificação do Procon-SP”.

TIM – “A TIM informa que recebeu a notificação do Procon SP e que prestará todas as informações solicitadas pelo órgão. A operadora ressalta que divulga amplamente informações sobre o uso da rede 5G, assim como os smartphones compatíveis com a tecnologia. Para mais informações sobre a rede de quinta geração, os clientes podem acessar o site da operadora em https://tim.com.br/rj/para-voce/cobertura-e-roaming/5g ou entrar em contato com o Centro de Relacionamento com o Cliente discando *144 do próprio celular ou 1056 de qualquer telefone.”

Oi –  “A Oi informa que não participou do leilão de 5G e desde o mês de abril não está mais atuando no segmento de telefonia móvel.”

Avatar photo

Rafael Bucco

Artigos: 4150