OAB indica advogada Patrícia Peck Pinheiro para CNPD

Caso seu nome seja aprovado, Patrícia pretende focar em harmonizar a LGDP às outras legislações vigentes e em promover a compreensão de assuntos técnicos de cibersegurança e anonimização

A seção paulista da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB SP) indicou o nome da advogada Patrícia Peck Pinheiro, presidente da Comissão Especial de Privacidade e Proteção de Dados da Secional, para compor o Conselho Nacional de Proteção de Dados e Privacidade (CNPD).

Caso escolhida para integrar o Conselho, Patrícia pretende focar no auxílio da harmonização da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) com as demais legislações vigentes, como a Lei de Acesso à Informação (LAI). Além disso, a advogada buscará promover o entendimento das questões mais técnicas que estão relacionadas à cibersegurança e à anonimização de dados.

Programadora desde os 13 anos, Patrícia se especializou em Direito Digital, Propriedade Intelectual, Proteção de Dados e Cibersegurança. Também, ocupa o cargo de presidente do Instituto iStart de Ética Digital e ministra aulas Direito Digital em várias instituições de ensino. Uma delas é a Escola de Inteligência do Exército Brasileiro, onde atua como professora convidada de cibersegurança. Patrícia ainda é sócia do escritório PG Advogados e da empresa de educação EDOOKA. (Com assessoria de imprensa)

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10399