Mais da metade dos brasileiros não fica pelo menos uma hora sem mexer no celular

Pesquisa da Hibou indica que 56% das pessoas não conseguem passar 60 minutos sem usar o smartphone; apesar de expressivo, percentual caiu em relação a 2020
56% dos brasileiros não ficam uma hora sem usar o celular
Pesquisa indica que 56% dos brasileiros não passa uma hora sem mexer no celular (crédito: Freepik)

Que o celular se tornou praticamente indispensável na vida contemporânea não é novidade. Diante disso, uma pesquisa se propôs a identificar a relação dos brasileiros com os smartphones – e o resultado é alarmante.

Segundo o levantamento da Hibou, realizado em novembro deste ano, 56% dos brasileiros não ficam longe do smartphone por mais de 1 hora. No entanto, o percentual já foi mais expressivo. Em 2020, 79% não passava pelo menos 60 minutos sem mexer no celular.

A pesquisa também aponta que 54% dos brasileiros usam seus smartphones em todos os períodos do dia. No recorte por horário, a noite é o período no qual mais pessoas acessam os dispositivos (33%), seguida por manhãs (6%) e tardes (6%). Apenas 1% usa o celular de madrugada.

A sondagem ainda identificou que 72% das pessoas continuam com os mesmos aparelhos que tinham em 2020, sendo que 5% estão com os mesmos modelos há mais de cinco anos. Entre as marcas, a Samsung lidera (43%), seguida por Apple (20%), Motorola (17%), Xiaomi (9,8%) e LG (6,5%).

INTERESSES

Sem surpresas, as redes sociais são as principais plataformas acessadas pelos brasileiros por meio dos smartphones, com 89% utilizando os dispositivos para manter perfis online.

Além disso, 62% usam aplicativos de bancos; 45% pedem refeições por delivery; 41% fazem compras para si mesmos, como roupas e acessórios; e 33% adquirem itens para casa.

Nota-se, conforme a pesquisa, que menos da metade das pessoas (48%) faz chamadas telefônicas pelo celular – percentual inferior aos dos que checam e-mails (49%). Mapas e informações meteorológicas são conferidas por 43% dos usuários de smartphones.

Além do mais, 62% trocaram os relógios de cabeceira pelo despertador do celular e 55% deixaram as câmeras fotográficas para trás, recorrendo apenas aos smartphones para tirar fotos. A sondagem ainda aponta que 27% já fazem pagamentos ao aproximar o celular de maquininhas.

No que diz respeito ao entretenimento, ouvir música (44%), assistir a séries e filmes (25%), jogar jogos eletrônicos (21%) e ouvir podcasts (17%) são hábitos comuns dos brasileiros donos de smartphones.

Por fim, segundo a pesquisa, todos os 2 mil entrevistados disseram que utilizam o WhatsApp, dos quais 78% aproveitam o mensageiro para conversar com amigos e familiares, enquanto 51% recorrem ao aplicativo para trabalho.

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10376