Lucro da Unifique salta 40% no terceiro trimestre

Lucro da Unifique reflete a adição de novos clientes graças a aquisições recentes e expansão orgânica da rede de fibra

A operadora regional Unifique divulgou nesta quarta-feira, 9, os resultados financeiros do terceiro trimestre deste ano, no qual apurou lucro líquido de R$ 31,1 milhões. O número representa alta de 40,1% sobre o resultado do mesmo período de 2021.

As receitas da companhia cresceram na mesma proporção. Passaram a R$ 227,5 milhões após alta de 42,8%. Houve expansão tanto no segmento de consumo (45,6%), como no corporativo (32,5%).

O EBITDA da Unifique aumentou 45,5%, chegando a R$ 90,2 milhões. O endividamento líquido da empresa está em R$ 55 milhões, ante um valor de mercado de R$ 1,5 bilhão.

Quanto aos aspectos operacionais, a empresa adicionou 175.589 assinantes ao longo dos últimos 12 meses. Terminou setembro com 600.325 contratos. No mesmo período, a quantidade de homes passed (casas aptas a assinar serviços em fibra óptica) saltou 69%, e atingiu 2,29 milhões.

O lucro da Unifique vem na esteira das aquisições de empresas e ativos de rede de fibras nos últimos 18 meses, que acrescentaram portas e HPs. As compras se concentraram nos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Também cresceram os custos da empresa. Com capilaridade maior e mais clientes, a Unifique explica que ampliou o número de funcionários. A quantidade de trabalhadores passou de 1.478 no terceiro trimestre de 2021, para 2.117 agora. Além disso, houve aumento de 7% nos salários após acordo coletivo. A planta maior também exigiu mais gastos para manutenção. Em suma, os custos e despesas aumentaram 54,3%, e somaram R$ 95,6 milhões.

Avatar photo

Rafael Bucco

Artigos: 4150