IHS Brasil implanta infraestrutura móvel em 16 aeroportos da CCR

A IHS Brasil já implantou antenas distribuídas em dois aeroportos da CCR e vai levar a infraestrutura a outros 14 até o final do ano.

Crédito: Divulgação

A IHS Brasil, subsidiária da IHS Towers, proprietária, operadora e desenvolvedora de infraestrutura compartilhada de comunicações, finalizou as obras de infraestrutura e modernização de conectividade nos aeroportos de Palmas e São Luís.

Nas próximas semanas, serão entregues também as novas infraestruturas do Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu e do Aeroporto Internacional de Goiânia (foto acima).

Estes são os primeiros dos 16 aeroportos administrados pela CCR Aeroportos que contarão com Sistemas de Antenas Distribuídas (DAS) planejados, instalados e operados pela IHS Towers, a serem usados pelas operadoras de rede móvel (MNOs).

“Um dos primeiros passos da CCR Aeroportos ao assumir a administração dos seus aeroportos, em março de 2022, foi ampliar em 10 vezes a velocidade de acesso à internet gratuita por meio de WiFi. Melhorar ainda mais a infraestrutura de telecomunicações é uma inovação essencial para aumentar a conectividade e a qualidade desse serviço, promovendo mais conforto e as melhores experiências aos nossos passageiros”, afirma Monique Henriques, Gerente Executiva de Varejo da CCR Aeroportos.

Cassio Futuro, diretor Comercial e de Operações (COO) da IHS Brasil, diz que a iniciativa permitirá às operadoras móveis contratar infraestrutura nos aeroportos a fim de melhorar a qualidade do sinal nestes locais, “contribuindo para uma melhor experiencia do usuário e aumentando a eficiência de operação de cada aeroporto”.

A instalação da nova infraestrutura, pronta para o 5G, seguirá, também, nos demais aeroportos administrados pela CCR: Curitiba, Bacacheri e Londrina (Paraná); Navegantes e Joinville (Santa Catarina); Pelotas, Bagé e Uruguaiana (Rio Grande do Sul); Pampulha-Belo Horizonte (Minas Gerais); Imperatriz (Maranhão); Petrolina (Pernambuco); e Teresina (Piauí).

Em 2022, os 16 aeroportos administrados pela CCR Aeroportos registraram a movimentação de mais de 16 milhões de passageiros. Além dos viajantes, os Sistemas de Antenas Distribuídas da IHS devem beneficiar funcionários, fornecedores e visitantes.

Os DAS (do inglês, Distributed Antennas Systems) são uma alternativa de conectividade para grandes ambientes internos e algumas áreas externas de aeroportos, estações e túneis de metrô, shoppings centers, indústrias, centros hospitalares e prédios corporativos, onde existem barreiras para a propagação do sinal de celular, como paredes de concreto e estruturas metálicas. Um conjunto de antenas internas estrategicamente posicionadas e conectadas por fibra ótica (com conexão de altíssima capacidade em qualquer ponto) permite ampliar e melhorar a cobertura em todos os espaços, incluindo os pontos de sombra, como túneis e subsolos, consumindo menos energia ao ter sua potência definida na medida ideal para cada ambiente.

As antenas em nível de solo servem para a emissão do sinal 5G. O sistema permite a configuração de sistemas sem fio internos de alta disponibilidade e segurança, que pode ser utilizado para o funcionamento em condições ideais de ferramentas de IoT e M2M, como automação de equipamentos, dispositivos de segurança, vending machines e maquininhas de cartão. De acordo com estudo da Cisco, cerca de 80% do volume de dados são trocados em ambientes fechados.

A IHS Towers possui quase 40 mil torres nos 11 países em que tem presença: Brasil, Camarões, Colômbia, Costa do Marfim, Egito, Kuwait, Nigéria, Peru, Ruanda, África do Sul e Zâmbia. (Com assessoria de imprensa)

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10589