Grupo Elo de call centers planeja dobrar de tamanho em dois anos

Investimento de R$ 35 milhões será destinado principalmente à transformação digital da empresa

O Grupo Elo pretende investir R$ 35 milhões e mais que dobrar de tamanho em receita até 2019. O dinheiro será usado na criação de dois novos sites, na contratação de novos funcionários e em transformação digital. Ao final do processo, a empresa estima alcançar faturamento de R$ 260 milhões. Para este ano, a receita será de R$ 115 milhões. A empresa tem entre seus clientes as operadoras Claro, Net e TIM.

“O mercado está passando por grandes mudanças – o contact center tradicional sofre uma redução drástica, mas a necessidade de relacionar empresas e clientes continua cada vez mais exigente”, diz Altivo Oliveira, CEO do Grupo Elo.

Dentro dos planos do Grupo Elo, também estão ações como a intensificação da área de pesquisa e inovação, a contratação de pessoas com experiência em negócios digitais, a abertura de novos sites especializados, e a melhora da comunicação com os 4 mil funcionários para criar um ambiente mais colaborativo. Além disso, parte do investimento será destinado a novas aquisições durante 2018.

Como início desse projeto de crescimento, a Elo, adquiriu recentemente a KTS, startup com sede em São Paulo (SP) que provê serviços especializados de diagnóstico estruturado e automações de processos. Além da KTS, fazem parte do grupo a Conecta, que oferece serviços de atendimento presencial, como instalação, manutenção e logística, e a Elo, voltada a serviços de relacionamento, como SAC, vendas, cobrança, back office. (Com assessoria de imprensa)

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10575