Empresas do setor parabenizam Lula pela vitória na eleição à Presidência

Conexis Brasil Digital e Feninfra soltam comunicados parabenizando Lula pela vitória na disputa à Presidência e tecem sugestões para o novo governo acelerar a transformação digital do Brasil.

Luis Inácio Lula da Silva

Entidades que representam empresas do setor de telecomunicações divulgaram na noite deste domingo notas parabenizando Luiz Inácio Lula da Silva (foto) pela eleição à Presidência do Brasil.

Lula venceu o atual presidente, Jair Bolsonaro, após uma disputa acirrada, em que terminou à frente por menos de 2% dos votos. Com 60,14 milhões de votos, terminou com total de 50,88%. Bolsonaro recebeu 58 milhões, 49,12% do total apurado até às 20h36, quando esta reportagem foi publicada.

Marcos Ferrari, presidente executivo da Conexis Brasil Digital – que reúne Algar, Sercomtel (Ligga), Claro, TIM e Vivo – soltou nota em que parabeniza Lula e traça desafios, como a reforma tributária e incentivo ao investimento. E sugere ainda uma pauta para o novo governo, que promova a inclusão digital, isente de PIS/Confins o investimento em 5G, e resulte na criação de uma Secretaria de Transformação Digital.

“Finalizada a eleição presidencial, o setor de telecomunicações parabeniza o candidato eleito e reforça a importância da conectividade para acelerar o crescimento econômico, aumentar a competitividade da economia brasileira e promover a inclusão social. Nesse momento de um novo mandato, o setor aponta a importância de ações que incentivem os investimentos das empresas e ajudem a ampliar o acesso da população aos serviços de telecom.

O novo governo terá grandes desafios pela frente, principalmente na área econômica e social. As propostas para um Brasil + Digital, apresentadas pelo setor às campanhas, incluem, entre outros pontos, a criação de um programa para conectar famílias de baixa renda à internet via isenção tributária e subsídio direto à população; a necessidade de uma tributação mais justa; a isenção de PIS/COFINS de toda cadeia de infraestrutura e serviços do 5G; a simplificação regulatória e isonomia frente ao novo equilíbrio do ecossistema digital com o incentivo à autorregulação do setor; e, também, a criação de uma Secretaria Especial de Transformação Digital, vinculada à Presidência da República, para trabalhar na implantação de um ecossistema competitivo e justo para a criação e promoção de novas tecnologias”, diz Ferrari.

Vivien Mello Suruagy, presidente da Feninfra, emitiu comunicado semelhante, em que parabeniza Lula, as eleições democráticas, e pede também incentivos para a implantação do 5G no país.

“A Federação Nacional de Call Center, Instalação e Manutenção de Infraestrutura de Redes de Telecomunicações e de Informática (Feninfra) parabeniza o candidato Luiz Inácio Lula da Silva pela eleição para a Presidência da República, ocorrida de forma democrática neste domingo, 30 de outubro. A Federação espera que o candidato que retorna à presidência prossiga no incentivo ao desenvolvimento do setor de telecomunicações, em especial na implantação da tecnologia 5G, como ocorreu na atual gestão. E incentive a conectividade digital, sobretudo nas regiões mais carentes do País. Para que isso ocorra de forma plena, são necessários pesados investimentos pesados em infraestrutura, que exigirão uma redução da carga tributária cobrada nos serviços do setor. A Federação espera ainda que o governo eleito comande, junto com o Congresso Nacional, as reformas tão necessárias para o desenvolvimento do Brasil”, diz Suruagy.

Avatar photo

Rafael Bucco

Artigos: 4194