Claro termina 2021 com EBITDA de R$ 16,53 bilhões

Receitas da Claro em 2021 cresceram 0,7%, puxadas pelos resultados em telefonia móvel, que compensaram a queda no faturamento dos serviços fixos.
Claro termina 2021 com EBITDA de R$ 16,53 bilhões
Crédito: Freepik

A Claro Brasil divulgou nesta terça-feira, 8, os resultados de 2021. A companhia registrou lucro antes de impostos, depreciações e amortizações de R$ 16,53 bilhões no ano, e de R$ 4,38 bilhões no quarto trimestre. Significam expansão de 3% no consolidado do ano, e de 3,56% na comparação entre o quatro trimestre de 2021 e o de 2020.

As receitas da companhia somaram R$ 39,72 bilhões em 2021 inteiro, ligeira alta de 0,65%. As receitas do trimestre foram de R$ 10,2 bilhões, alta de 0,62%.

Segundo a empresa, que não divulga relatórios detalhados no Brasil, sua carteira digital Claro Pay registrou 1 milhão de downloads em dezembro, o que fez dela o app mais baixado da Google Play Store no mês. Não foram informados, no entanto, os resultados econômicos do serviço. São 700 mil os usuários ativos do app.

Na seara tradicional da empresa, telefonia, banda larga e TV paga, a Claro comemorou expansão de 16,2% da base pós-paga no quarto trimestre, se comparado ao mesmo período de 2020. Significa a adição de 5,8 milhões de clientes ao segmento.

A empresa diz que o segmento corporativo teve crescimento de 107,6% nas receitas em banda larga móvel, 105,5% em nuvem, 49% em segurança, 20,6% em plataforma de conectividade com internet, 13,9% em mobilidade e 11,3% em M2M/IoT.

A receita líquida de serviços móveis cresceu 8,3% no quarto trimestre, no comparativo com o mesmo período de 2020.

“Encerramos o 4T21 com um total de 70,5 milhões de clientes móveis, liderando o saldo líquido de portabilidade com 329 mil de linhas portadas, atingindo um saldo positivo de 1,6 milhão linhas portadas em 2021”, diz a companhia no relatório enviado à CVM.

A empresa lembra que já ativou redes móveis na faixa de 2,3 GHz comprada no leilão de espectro feito pela Anatel em novembro. As cidades que já contam com o novo espectro são São Paulo e Brasília.

No caso de serviços residenciais, a Claro diz que mais de 80% dos planos comercializados no quarto trimestre tinha velocidade nominal acima de 250 Mbps. Juntamente com a venda de plano de 1 Gbps, a empresa afirma que dobrou a velocidade média de seus acessos de banda larga fixa ao longo de 2021.

A cobertura total da rede fixa da Claro no Brasil alcançou 35,7 milhões de domicílios em 372 cidades. Dando
continuidade a nossa estratégia de expansão da fibra, foram lançadas 88 novas cidades com a tecnologia FTTH (Fiber To The Home) no trimestre, totalizando assim 168 cidades que atendem 3,2 milhões de domicílios nessa tecnologia.

Na TV por assinatura, embora tenha perdido clientes pagantes, a operadora segue líder com 43% do mercado. “O NOW, nossa plataforma VOD, continua liderando no mercado brasileiro, alcançando 91 mil títulos e mais de 103,9 milhões de transmissões no 4T21”, afirma.

Já o Claro Box TV, aposta da empresa para fazer frente aos aplicativos de streaming, atingiu 255,7 mil assinantes no 4T21, um aumento de 65,6 mil assinantes no trimestre.

Avatar photo

Rafael Bucco

Artigos: 4197