Claro defende política de crédito para a área de energia sustentável

Claro é grande consumidora de energia sustentável produzida por parceiros, e prevê aumento da demanda em função da chegada da 5G

O diretor de infraestrutura da Claro, Hamilton Silva, defendeu na tarde de hoje, 29, a criação de políticas públicas para o financiamento de empreendimentos voltados à produção de energia sustentável. Segundo ele, a operadora investe no segmento através da aquisição de energia e parcerias com empreendedores, que precisam se fomentados.

E executivo explicou que atualmente a Claro consome energia sustentável de 66 usinas solares, 6 hidroelétricas, 15 aero geradores e 2 usinas de biogás localizadas em aterros sanitários. É responsável, diz, pelo maior projeto de consumo por geração distribuída da América Latina.

“Hoje, quase 65% da energia da Claro vem de fontes sustentáveis; é energia que a gente mesmo produz. Temos 52 mil unidades consumidoras no Brasil, entre torres, data centers, uplinks satelitais. O insumo energia, portanto, para nós é fundamental”, comentou durante o evento 5×5 Tec Summit, realizado pelos sites Convergência Digital, Mobile Time, Tele.Síntese, Teletime e TI Inside.

O financiamento acessível a empreendedores da área permitirá que a operadora amplie mais seu projeto, à medida que as novas redes 5G são instaladas e exijam mais antenas.

“Quando começamos com o projeto Claro Energia em 2016, pensávamos em ter 60 usinas. Logo passou para 80. E hoje temos 103 usinas. Com o 5G, é possível que precisemos de 125 a 150 usinas”, ressaltou.

Carros elétricos no futuro

Silva explicou ainda que os projetos energéticos da Claro focam a autossuficiência por matriz limpa em telecomunicações, para atender toda a rede. Mas planeja incorporar o consumo limpo também nas áreas operacionais, como no caso dos veículos utilizados pelos técnicos.

Por enquanto, cerca de 50 veículos são movidos a bateria. “Mas chegamos à conclusão que são abastecidos com energia de matrizes não renováveis. Então vamos investir nesta frota quando tivermos certeza de que a energia dos carros é também sustentável”, contou.

O 5×5 Tec Summit prossegue nos próximos dias 7 de dezembro, quando tratará do mercado de saúde, e 8 de dezembro, com abordagem sobre os setores financeiro e o de entretenimento. As inscrições são gratuitas aqui.

Avatar photo

Rafael Bucco

Artigos: 4086