AQUi9 e Anáhata apresentam tecnologias para o setor agro

Startups desenvolvem soluções para melhorar resultados de pulverizações com uso de drones e tornar o manejo em pscicultura mais eficaz com base em dados

As startups AQUi9 e Anáhata apresentaram seus projetos para inovação no campo no segundo e último dia do AGROtic, evento realizado pelo Tele.Síntese em parceria com a ESALQ Tec.

A Anáhata é uma startup especializada em aplicações com drone para o manejo integrado de pragas, doenças e plantas daninhas.

Com o drone, usa-se menos agrotóxicos e diminui-se o custo da aplicação, enquanto o produtor melhora a qualidade e o valor total da operação. A tecnologia de aplicação colabora com a redução de custo para o produtor, redução de princípio ativo na safra e vindouras, supressão de pragas e bicudos consequente do controle e economia em inseticidas.

A grande inovação da empresa está em capacitar operadores dos drones, ou mesmo quem faz a pulverização usando outras técnicas, a chegar na neblina ideal, com maior eficiência, menor desperdício e sem necessidade de reaplicações.

“Eu tenho experiência como produtora rural e como prestadora de serviço, abordo todas as preocupações nos meus treinamentos para que as pessoas tenham um resultado positivo. Dividido em parte teórica e prática, é importante apresentar todas as nuances do serviço, auxiliar na tomada de decisão entre escolher um prestador de serviço ou fazer por conta própria”, conta Regina Hakvoort, CEO da Anáhata.

Além da pulverização por drone e do treinamento, a empresa presta consultoria para supressão do bicudo e suporte na transição para o modelo de operação mais avançado.

AQUi9
A AQUi9 é uma startup que atua na área de piscicultura desde 2022. É uma plataforma digital integrada do manejo com base em dados, com uso do sistema IoT de monitoramento da água e software de gestão operacional.

A partir  da plataforma é possível fazer o monitoramento da água em tempo real, usar ferramentas de orientação de manejo, sugestões de consumo e gerir a produção com precisão. A integração dos sistemas é o grande diferencial.

A proposta de valor conta com eficiência no manejo, agilidade nos processos, assertividade nas decisões, mitigação dos riscos ambientais, além da lucratividade e sustentabilidade.

O modelo de negócio é B2B. Conta com a venda do sistema de monitoramento de água e a assinatura do software de gestão da produção. “A nossa solução se encaixa em todos os escopos e focamos no pequeno produtor para se tornar acessível. Para a conectividade, fazemos um mapeamento para adequar o nosso produto e buscamos parcerias para aprimorar o serviço”, conta Maicon Brande, CEO da AQUi9.

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10373