Algar Telecom lança solução IoT focada em eficiência hídrica

Brain, núcleo de inovação aberta da Algar, desenvolveu o produto IoT em parceria com a Afira

Água (Imagem: Freepik)

A Algar Telecom, empresa de telecomunicações e TI do Grupo Algar, por meio do Brain, centro de inovação fundado pela companhia, lançou uma solução de internet das coisas (IoT) para apoiar micro e pequenos empreendedores, grandes empresas e governos na frente de eficiência hídrica.

Chamada de Utilities Water, ela disponibiliza informações precisas sobre consumo, vazamento, qualidade e pressão da água à gestão do recurso.

O produto da Algar utiliza sensores de IoT em pontos estratégicos da cadeia produtiva, que enviam em tempo real as medições para um software de controle da operação. Este envio pode acontecer através de diferentes redes de conectividade, como WiFi, 3G, 4G, 5G, Ethernet ou LoraWan.

A plataforma de gestão na “palma da mão” (celular, tablet ou computador) é agnóstica para hardware e foi desenvolvida em parceria com a Afira, empresa de tecnologia especializada em serviços IoT. O faz o monitoramento de dados sem limite de usuários, com opções de geração de relatório de inteligência, dashboard dinâmico, configuração de parâmetros e alertas para controle de automação.

Segundo a Algar, a Utilities Water surgiu como uma resposta a demandas de mercado relacionadas à medição da qualidade da água, controle manual das operações e problemas na gestão do consumo. A companhia identificou a necessidade de viabilizar uma solução com visibilidade real do consumo de água na cadeia produtiva.

A empresa acredita que, além da economia que a gestão da água traz, a Utilities Water também coloca o usuário em conformidade com a pauta ESG. Na perspectiva hídrica, de acordo com o Relatório Mundial de Desenvolvimento da Água 2023, da Organização das Nações Unidas (ONU), o mundo está diante de uma crise global de água iminente, à medida que o aumento da demanda pelo insumo e os impactos intensificados da crise climática colocam pressão sobre os recursos hídricos.

O Brasil está no centro dessa discussão, uma vez que possui aproximadamente 12% da água doce do mundo, tem 65% da energia consumida proveniente de hidrelétricas e, segundo dados do Instituto Trata Brasil, desperdiça 40% de toda a água potável captada. A Utilities Water “se posiciona em um cenário em que as empresas precisam ter um papel socioambiental importante, sendo uma solução que aprimora a gestão do consumo de água nas companhias, garantindo uma utilização mais inteligente, segura e eficaz dos recursos hídricos”, avalia. (Com assessoria de imprensa)

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10578