TIM vai implantar iluminação pública inteligente em Petrolina (PE)

Contratada pela Engie, operadora deve providenciar tecnologia de banda estreita para Internet das Coisas (NB-IoT) para gerenciar sistema de mais de 5 mil luminárias
Iluminação pública da TIM por sistema inteligente
TIM foi contratada para implantar sistema inteligente de iluminação pública (crédito: Freepik)

A TIM foi contratada pela Engie, empresa geradora de energia renovável, para implementar uma solução de gestão de iluminação pública para a cidade de Petrolina, no interior do estado de Pernambuco (PE), a qual deve funcionar por meio de uma tecnologia de banda estreita para Internet das Coisas (IoT) – NB-IoT, na sigla em inglês.

Na prática, a operadora deve providenciar um sistema de comunicação de equipamentos, o qual permitirá que se faça uma gestão mais eficiente de mais de 5.000 luminárias inteligentes instaladas em todos os bairros do município pernambucano.

A M2M Telemetria, parceira da TIM em projetos de iluminação pública e redes inteligentes, fornecerá os equipamentos, além de promover a integração de sistemas e softwares em ambiente de nuvem, por meio dos serviços de conexão da operadora.

A cobertura NB-IoT da TIM se caracteriza por aumentar a cobertura de sinal em até quatro vezes, mediante a utilização de módulos com baixo consumo de energia.

No caso das luminárias inteligentes, a solução deve possibilitar que o acendimento e a dimerização (controle da intensidade de luz emitida por lâmpada) sejam definidos previamente, conforme as rotinas da concessionária. Além disso, mesmo a distância, será possível acompanhar e identificar comportamentos que fogem ao padrão, fazer manutenções preditivas e otimizar o processo de gestão.

“Estamos trabalhando e investindo em Internet das Coisas pensando, principalmente, na efetividade e nas soluções que podemos disponibilizar não só a empresas como também ao consumidor final”, diz Alexandre Dal Forno, diretor de Desenvolvimento de Mercado IoT & 5G da TIM, em nota.

Para a Engie, a expectativa é de que o sistema inteligente em Petrolina aumente a capacidade de monitoramento remoto e em tempo real dos pontos de iluminação pública, o que garante menor tempo de resposta para solucionar eventuais reclamações dos cidadãos, além de potencializar as ações de eficiência energética. (Com assessoria de imprensa)

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10596