Teresópolis promove sandbox para atrair startups e empresas inovadoras

Cidade do interior do RJ recebe inscrições para programa de inovação até 3 de novembro; iniciativa busca soluções nas áreas de conectividade, novas mídias, mudanças climáticas e transformação digital na saúde e na educação

Teresópolis lança edital de seleção de startups para sandbox de inovação

A Prefeitura de Teresópolis, no interior do estado do Rio de Janeiro, promove, a partir desta semana, um sandbox para selecionar startups e empresas que ofertem soluções, produtos e serviços inovadores para o município. As inscrições podem ser feitas até o dia 3 de novembro, por meio do site da prefeitura.

A iniciativa, chamada “SandBox InovaTerê 2023”, tem o objetivo de fomentar a inovação na área urbana e rural da cidade. O edital prevê a realização e o acompanhamento de testes em temas específicos. A Secretaria Municipal de Ciência e Tecnologia deve ficar responsável por orientar sobre questões regulatórias durante o desenvolvimento das experimentações científicas, tecnológicas e empreendedoras.

De acordo com comunicado da prefeitura, serão aceitos no programa soluções e serviços relacionados aos seguintes temas: mudanças climáticas; redução de riscos a desastres naturais; inovação na gestão sustentável de resíduos sólidos; transformação digital na saúde; inovação, novas mídias e transformação digital na educação; mobilidade urbana; conectividade, 5G, IoT e inclusão digital; e inovação na agricultura familiar.

Além disso, o sandbox também contempla projetos na categoria Web3, com foco no uso de blockchain e Inteligência Artificial (IA) na gestão pública e na transparência de atos oficiais.

A seleção dos projetos será realizada em oito etapas. Os serviços considerados aptos devem ser anunciados no dia 13 de dezembro. No caso de soluções para cidades inteligentes, o período previsto de avaliação vai de 14 de dezembro deste ano a 14 de dezembro de 2024.

“O sandbox incentiva que Teresópolis se torne uma cidade aberta e conectada, possibilitando experimentações de soluções inovadoras a partir de uma rede que busca impacto social, bem-estar e soluções digitais, sendo o objetivo final o melhor atendimento à população”, diz Vinicius Claussen, prefeito da cidade, em nota.

Segundo a administração municipal, as empresas e startups selecionadas terão como benefícios a redução do tempo de maturação da solução e a possibilidade de desenvolver novos produtos, além de flexibilidade regulatória, diminuindo a burocracia e o impacto de normas infralegais sobre o serviço.

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10575