TIM implanta 4G em duas primeiras cidades do projeto Ecovias do Araguaia

Projeto deve beneficiar a população dos 28 municípios que fazem parte do Sistema Anápolis-Aliança do Tocantins, além de outros seis municípios no entorno, entre Goiás e Tocantins
TIM implanta 4G para projeto Ecovias
Projeto Ecovias com TIM (crédito: Freepik)

Corumbá de Goiás e São Luiz do Norte (GO) são as duas primeiras cidades já beneficiadas com o sinal de internet 4G implantado pela TIM para projeto da Ecovias do Araguaia nas rodovias que compõem o Sistema Anápolis-Aliança do Tocantins (BRs-153, 414 e 080). A ativação da rede marca o primeiro passo em uma iniciativa inédita em concessões federais que deve beneficiar, assim que finalizada, cerca de 900 mil pessoas.

As antenas já foram instaladas e estão em funcionamento em Goiás e Tocantins como parte do projeto Ecovias. Em agosto, outras três cidades, Cariri (TO), Talismã (TO) e Estrela do Norte (GO), também terão o sinal de internet ativado, o que representa mais conectividade e conforto às comunidades.

Ao todo, o projeto deve beneficiar a população de todos os 28 municípios que fazem parte do Sistema Anápolis-Aliança do Tocantins, além de outros seis municípios no entorno, entre Goiás e Tocantins, chegando a 88 escolas públicas e 31 unidades de saúde, além de impulsionar, ainda mais, o agronegócio na região.

O investimento é resultado de uma parceria entre a TIM e o Grupo EcoRodovias, que controla a concessionária. No entanto, o projeto desenvolvido pela TIM vai permitir que seus clientes e até usuários de outras operadoras tenham acesso à rede móvel.

“O projeto foi desenhado pela TIM para que a Ecovias do Araguaia atenda às exigências do contrato de concessão, que prevê cobertura para a comunicação entre os usuários das rodovias e o serviço de atendimento da concessionária – inclusive, a conclusão deve ser feita antes mesmo do prazo contratual, estabelecido para outubro de 2024.”, disse o diretor Superintendente da Ecovias, Carlos Xisto.

Ele lembra que o  foco é a segurança viária, mas o benefício será para todos que moram, trabalham ou circulam nas proximidades das rodovias onde hoje praticamente não há sinal.

Modelo

Na sua avaliação, este é um projeto que já serve de modelo para outras concessões e para a infraestrutura viária em todo o país. “A implantação dessa tecnologia, além de garantir a conexão de quem passa pelo trecho – inclusive naqueles casos em que há a necessidade de comunicação em caso de emergência -, garante também um melhor suporte para o setor produtivo da região, especialmente a agropecuária, e o melhor acesso à internet em unidades de ensino e de saúde”, completa o executivo.

Para Paulo Humberto Gouvêa, diretor de soluções corporativas da TIM, ampliar o sinal 4G nas estradas é um prioridade da operadora. “Levar conectividade para estradas é oferecer mais segurança e mais inclusão digital à população”, destaca.

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10597