Segundo no comando da Samsung é condenado à prisão

Lee Jae-Yong foi sentenciado a cinco anos de prisão por diversos crimes, entre os quais, subornar a ex-presidente da Coreia do Sul.

Lee Jae-Yong, o vice-presidente da Samsung, foi sentenciado a cinco anos de prisão pela Justiça da Coreia do Sul. O executivo teria cometido crimes de desfalque, suborno, perjúrio, evasão de divisas e lavagem de dinheio. Os crimes têm relação com escândalos de corrupção que resultaram no impeachment da presidente do país, Park Geun-Hye, ano passado.

Conforme o processo, Lee teria pago à ex-presidente para obter apoio em processode fusão de empresas. Ele está detido desde fevereiro. A Samsung é hoje a maior fabricante de smartphones do mundo, à frente da Apple. Atua também em outras frentes, como produção de chips de memória, processadores, e até remédios.

O executivo pode recorrer da decisão – e segundo seu advogado, o fará em breve. (Com agências internacionais)

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10485