PF faz operação contra ameaças às eleições em redes sociais

Foram desencadeada três ações relacionadas à violação de sigilo do voto e a incitação de crime contra candidatos
(Crédito: Sshutterstock_ Ostill)

A Polícia Federal desencadeou nesta quarta-feira (10) ações simultâneas com intuito de investigar e coibir crimes relacionados às eleições de 2018 em redes sociais. Segundo a PF, a internet está sendo monitorada e há tecnologias capazes de identificar autores de post.

Foram cumpridos um mandado de busca e apreensão no estado do Paraná e a lavratura de dois Termos Circunstanciado de Ocorrência nos estados de São Paulo e Sergipe. Os investigados poderão responder, no caso do estado do Paraná, pelos crimes de violação de sigilo do voto e porte ilegal de arma; e, no caso do estados de Sergipe e São Paulo, pela incitação de crime contra candidatos do PT e PSL.

As ações de hoje, que integram o conjunto de atividades desenvolvidas pelo Centro Integrado de Comando e Controle Eleitoral – CICCE/2018 em Brasília, tem como objetivo aprofundar as investigações sobre vídeos que circularam recentemente nas redes sociais e  decorrem do trabalho de acompanhamento  efetuado pela PF para identificar e afastar possíveis ameaças ao processo eleitoral de 2018.(Com assessoria de imprensa)

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10377