Nubank começa vender Bitcoin e Etherun pelo app

O novo produto estará disponível pelo aplicativo a partir de hoje e, até junho, para os mais de 50 milhões de clientes no Brasil.
Nubank começa vender Bitcoin e Etherun pelo app- Crédito: Divulgação
Foto: Divulgação

O Nubank entra no mercado de criptomoedas como parte da estratégia de ampliação de portfólio de produtos e para atender às necessidades dos clientes, que começam, a partir deste mês, transacionar criptoativos pelo aplicativo. Inicialmente serão oferecidos Bitcoin e Ethereum, a partir de R$ 1.

As criptomoedas são uma tendência crescente na América Latina. Temos acompanhado o mercado de perto e acreditamos que existe um potencial transformacional na região”, afirma David Velez, CEO e fundador do Nubank.

Mesmo assim, segundo ele, a experiência de transacionar criptoativos é muito segmentada e os clientes acabam tendo pouco acesso a informações para se sentirem seguros e entrar nesse novo mercado.

“Buscamos constantemente empoderar nossos clientes, garantindo que eles tenham o controle do seu dinheiro. Por isso, criamos uma experiência simples e intuitiva para democratizar o acesso a criptomoedas”, observa Velez.

A experiência Nubank para transação de criptomoedas visa ampliar e melhorar o acesso a esse mercado crescente, eliminando complexidade e fricções para que os clientes comprem, mantenham e vendam moedas digitais por meio do app, sem a necessidade de abrir novas contas ou transferir dinheiro.

Para expandir as possibilidades além de Bitcoin e Ethereum, as criptomoedas mais populares, a empresa fará  um trabalho de curadoria de forma a adicionar outras criptos no futuro. Além disso, o banco desenvolverá conteúdos educacionais e educativos em seu blog para auxiliar os clientes na tomada de decisão em moeda digital.

Antes deste lançamento, os clientes tinham acesso a criptomoedas por meio de ETFs e fundos oferecidos pela plataforma NuInvest — anteriormente conhecida como Easynvest.

O produto é operacionalizado em parceria com a Paxos, provedor de infraestrutura de blockchain, que atua como corretora e realiza a custódia das criptomoedas no app do Nubank. A aliança com a Paxos garante, ainda, a proteção global dos ativos dos clientes pelos principais reguladores de ativos digitais.

(Com assessoria)

Avatar photo

Redação DMI

Artigos: 1794