NLT Telecom firma parceria com floLIVE para fornecer core de rede IoT

Entre as vantagens, parceria facilita a atuação de operadoras globais no Brasil e o roaming internacional em IoT para teles brasileiras
NLT Telecom e floLIVE fecham parceria
NLT Telecom e floLIVE fecham parceria para core de rede com foco em IoT (crédito: Freepik)

A NLT Telecom, operadora brasileira especializada em Internet das Coisas (IoT), e a floLIVE, fornecedora de conectividade e serviços de rede para IoT, anunciaram, nesta semana, uma colaboração para um novo core de rede.

A parceria deve permitir que as empresas brasileiras acessem redes celulares locais em todo o mundo com base na rede global da floLIVE. Além disso, deve ficar mais fácil para empresas estrangeiras atuarem no Brasil, por meio da NLT, que busca fortalecer o seu posicionamento como Mobile Virtual Network Enabler (MVNE).

Com a parceria, a NLT passa a contar com um core de rede próprio, além do da Vivo. Na prática, este segundo core de rede deve ser usado tanto para redes públicas quanto para redes privativas.

A floLIVE possui uma plataforma global que conecta operadoras de redes móveis (MNOs) e operadoras móveis virtuais (MVNOs). A empresa também trabalha com um sistema convergente e nativo em nuvem projetado para conectar massivamente dispositivos em escala global, com gerenciamento e controle unificados e simplificados.

Bill Wark, vice-presidente sênior de vendas da floLIVE, diz que a parceria foi firmada a fim de a empresa ampliar a atuação no mercado brasileiro, “que está se expandindo rapidamente”.

O CEO da NLT, André Martins, por sua vez, destacou que a empresa brasileira escolheu a floLIVE pela possibilidade de atuar ao lado de apenas um fornecedor em todas as necessidades de conectividade global.

“Nossa integração significa estar também integrado a uma vasta rede de operadoras e empresas deste mercado, o que torna mais fácil e natural o roaming internacional”, ressaltou Martins. (Com assessoria de imprensa)

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10510