MCTI autoriza concurso para 138 vagas de analista; 46% do previsto

Neste ano, governo federal já autorizou 814 vagas para o ministério de Ciência e Tecnologia, sendo 296 para analistas. Publicação do edital deve ocorrer até 10 de setembro.
MCTI não realiza concurso público há mais de dez anos | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) autorizou concurso público para preencher 138 vagas na pasta. Os cargos são de Analista em Ciência e Tecnologia da Carreira de Gestão, Planejamento e Infraestrutura em Ciência e Tecnologia, com salários a partir de R$ 6,6 mil.

O número de contratações compreende 46% do previsto para recomposição de analistas no órgão. Há ainda outros três cargos autorizados e com publicação de edital previsto ainda neste ano (saiba mais abaixo).

A partir de agora, a Comissão Especial de Concurso Público (CECP) do MCTI passa a preparar o edital para a realização do certame. Em seguida, o documento será avaliado pela Comissão Interna do Plano de Carreiras de Ciência e Tecnologia da pasta para que, então, o processo seletivo seja instaurado.

Conforme a portaria que autoriza o concurso público, divulgada nesta quinta-feira, 13, no Diário Oficial da União, a data limite para a publicação do edital é dia 10 de setembro.

Futuras vagas

Em abril deste ano, o Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) autorizou 814 vagas de nível superior no MCTI, com editais previstos para até outubro.  Além do cargo de analista, estão previstos concursos públicos para pesquisador e tecnologista.

A autorização publicada nesta quinta-feira, 13, trata de apenas 46% do provimento previsto para analistas. De acordo com a portaria do MGI, o total seria de 296 vagas.

Para pesquisador, o ministério previu 253 postos e, para tecnologista, 265.

O concurso do MCTI, que não ocorre há mais de dez anos, foi o primeiro a ser autorizado pelo MGI. Na ocasião da assinatura, a ministra Esther Dweck, ressaltou que o processo faz parte da estratégia do novo governo, de promover a reestruturação de carreiras.

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10412