Mais inteligência, menos fertilizantes

o SoilXplorer, um serviço de diagnóstico de solo por meio de um conjunto de hardware e software de processamento de dados de alta eficiência e precisão.
Gabriel Marão, Presidente do Fórum Brasileiro de IoT, Gregory Riordan, Diretor de Agricultura Digital para a América Latina e João Henrique Reis, Especialista em Marketing de Produtos para a América Latina./Crédito: Tele.Síntese
Mais inteligência, menos fertilizantes

SOILXPLORER

2º Lugar

Categoria Fornecedores de Soluções de IoT

Empresa: CNH Industrial

[O Tele.Síntese publica ao longo das próximas semanas as reportagens publicadas no Anuário Tele.Síntese de Inovação 2022, editado no final do ano passado e que pode ser baixado na íntegra e gratuitamente aqui]

O agronegócio brasileiro tem proporcionado um verdadeiro laboratório de inteligência para o desenvolvimento de soluções voltadas à agricultura de precisão. Dentro da estratégia de inovação aberta, a CNH Industrial desenvolveu em conjunto com seis parceiros – Zasso, Raven, Bosch, Agrosystem, Cropmam e BemAgro – um portifólio de dez produtos e serviços digitais, conectados e inteligentes, que complementam o portfólio das marcas agrícolas Case IH e New Holland Agriculture.   

Entre as inovações, está o premiado na categoria IoT, o SoilXplorer, um serviço de diagnóstico de solo por meio de um conjunto de hardware e software de processamento de dados de alta eficiência e precisão. Alinhado à Agricultura 5.0, o SoilXplorer gerou um novo modelo de negócios e um novo mercado para a CNH Industrial.   

A solução começou a ser desenvolvida em 2018, a partir da importação e da integração do sensor de eletrocondutividade sem contato com o solo da austríaca Geoprospector. Por meio de parceria com a Cropmam, startup especializada em agricultura digital do interior de São Paulo, o SoilXplorer realiza um diagnóstico completo do solo – onde tem mais argila ou areia, por exemplo –, entregando um mapa de zonas de manejo e de compactação.  A Cropman vai até o cliente com o sensor – dispositivo inteligente acoplado ao trator  –, faz o mapeamento e retira as amostras de solo. Após resultados laboratoriais, os dados são processados com algoritmos, e o cliente recebe os mapas de fertilidade do solo e a recomendação agronômica.   

João Reis, especialista em Marketing de Produto da CNH Industrial, ressalta que o sensor é 20% do serviço, 80% são da ciência de dados da Cropman. A CNH não vende a solução nem para o concessionário, nem para o cliente final, pois a ideia é oferecer a solução como serviço. 

“Em um ano de venda, mapeamos cerca de 40 mil hectares. Temos relatos positivos de clientes do Sul e grandes usuários como o Grupo Bom Futuro, maior grupo agropecuário do Brasil, e a Usina São Martinho. E temos negociações avançadas no Nordeste para a safra 2023”, elenca Reis. 

O serviço oferece ao produtor rural um diagnóstico de solo exato, em tempo real, que possibilita aplicações de insumos com maior precisão otimizando seu manejo, e preservação do solo com redução do uso de fertilizantes organominerais, que podem provocar alterações na condição ideal para o plantio.  

“O SoilXplorer reduz o uso de fertilizantes em até 35%. Num cenário atual de escassez  desse  tipo de insumo, é fundamental  que  se faça um uso racional e o mais preciso possível. Isso é possível em função da gestão eficiente do solo com as zonas de manejo”, conclui Reis. (Carmen Nery)

Avatar photo

Colaborador

Artigos: 319