Huawei e Amazon fecham acordo de patentes e encerram processos

Negociação põe fim a disputas judiciais em que fabricante questionava o uso de soluções de WiFi e reprodução de vídeo pela big tech; Huawei também celebrou contrato envolvendo tecnologias 5G com a chinesa Vivo
Huawei encerra litígios e fecha acordo de patentes com a Amazon
Huawei e Amazon entram em acordo envolvendo patentes de WiFi e vídeo (crédito: Freepik)

A Huawei e a Amazon anunciaram, nesta terça-feira, 5, a celebração de um acordo plurianual de licença cruzada de patentes. O negócio também encerra disputas judiciais travadas entre as empresas envolvendo o uso de tecnologias de WiFi e de reprodução de vídeo. O valor do contrato não foi revelado.

Alan Fan, chefe do Departamento de Direitos de Propriedade Intelectual da Huawei, indicou, à Reuters, que a fabricante tinha um processo em andamento contra a big tech na Alemanha. Com o acordo, o litígio foi encerrado.

A Huawei foi proibida pelo governo dos Estados Unidos de fornecer componentes para redes de telecomunicações instaladas no território norte-americano, sob a alegação de que seus equipamentos trazem risco à segurança nacional e vazam dados para o governo chinês. A medida também atinge outra fabricante chinesa, a ZTE.

Apesar das tensões, o acordo mostra que “companhias americanas e chinesas e empresas de outras regiões estão cooperando sem limitações em padrões e licenciamento de patentes”, afirma Fan.

No fim do ano passado, a Nokia entrou com processos contra a Amazon em diversos tribunais pelo uso de suas tecnologias de streaming sem autorização.

Acordo entre chinesas

Nesta terça-feira, a Huawei também anunciou que chegou a um acordo de licenciamento cruzado de patentes com a fabricante chinesa de smartphones Vivo (não confundir com a operadora brasileira). O convênio diz respeito a tecnologias essenciais de padrão celular, incluindo soluções para redes 5G.

Em nota, Fan destacou que o “acordo de licenciamento reflete o nosso respeito mútuo pelo valor das patentes de cada um” e que “também demonstra que a indústria está trabalhando em conjunto”.

Avatar photo

Eduardo Vasconcelos

Jornalista e Economista

Artigos: 799