Governo inglês admite erro em programa de telefonia rural

Deveriam ter sido instaladas 600 antenas, mas depois de dois anos, apenas 15 foram de fato colocadas.

O ministro da Economia digital da Grã Bretanha, Ed Vaizey, reconheceu esta semana para a imprensa inglesa que o programa de universalização da telefonia  celular para as áreas rurais, estimado em £ 150 milhões, não deu certo. ” Eu não acho que o programa foi um sucesso e não acho que qualquer ministro fale assim sobre seu próprio programa”, afirmou.

O projeto, lançado em 2011, mas iniciado apenas em 2013 previa a instalação de 600 antenas de celulares nas áreas rurais da Inglaterra. Mas até hoje apenas 15 sites foram instalados. As quatro operadoras de celular do país – EE, O2, Vodafone e  3 UK – teriam se comprometido a construir a rede com esses recursos alocados mas, segundo o ministro, o fracasso do programa se deve às próprias empresas e a resistência dos administradores locais para  a instalação das antenas. (com agências internacionais). 

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10696