Furukawa unifica marcas e traz produção de fibra “invisível” ao Brasil

Furukawa Solutions vai ser a marca utilizada no mundo para revenda de produtos da Furukawa Eletric, Furukawa Latam e OFS, falou o presidente do grupo, Foad Shaikhzadeh. Empresa iniciou este mês produção de kits para FTTR no Brasil.
Foad Shaikhzadeh na abertura do Furukawa Summit 2022
Foad Shaikhzadeh, presidente da Furukawa Electric Latam, apresentou a nova marca global do grupo: a Furukawa Solutions em evento em Atibaia (SP)

O Grupo Furukawa anunciou hoje, 26, que vai unir as diversas marcas que utiliza em uma só: a Furukawa Solutions. Sob o novo nome, a empresa vai comercializar todas as soluções Furukawa Eletric Latam, Furukawa Electric e OFS nos Estados Unidos, Europa e Norte da África. As subsidiárias continuam, no entanto existindo separadamente.

“A ideia de unir as marcas é fazer com que as empresas do grupo trabalhem de forma cada vez mais coordenadas. Na OFS, fui nomeado chairman da empresa em dezembro, além de seguir à frente aqui e na América Latina. Tenho a missão de fazer esta uma operação global, e Furukawa Solutions será a marca para as três empresas”, falou Foad Shaikhzadeh, presidente da unidade latino-americana e da OFS.

A unidade do Japão, por enquanto, fica de fora na união das marcas sob o guarda-chuva da Furukawa Solutions, que também se restringe a produtos de fibra óptica e telecomunicações. O grupo atua em diferentes segmentos em outros países, como o automotivo, que por enquanto não vem para a nova marca.

Segundo Shaikhzadeh, na prática, pouco deve mudar. “As marcas Furukawa Electric ou OFS continuam existindo. Inclusive no Brasil o e-commerce segue operacional e independente dessa iniciativa”, contou em entrevista a jornalistas no Furukawa Summit, evento que acontece de hoje a quarta em Atibaia (SP)* e reúne clientes da empresa.

Kits de fibra “invisível” feitos no Brasil

Shaikhzadeh também contou que a planta brasileira da Furukawa, localizada em Curitiba (PR) começou neste mês a produzir a invisilight, fibra óptica flexível capaz de se dobrar em 90º e que pode ser aplicada em soluções de FTTR (fiber to the room), em residências ou empresas sem conduítes disponíveis ou edificações históricas que não podem ser adaptadas para passagem da fibra tradicional.

Na conversa, o executivo provoca a concorrência. Diz que o produto é patenteado da Furukawa, custa mais barato e tem mais qualidades que outros disponíveis no mercado. “Inclusive já trouxemos para o Brasil mais invisilight do que concorrentes dizem que venderam. O produto é um sucesso, e vamos produzir 30 mil kits na unidade de Curitiba, com PPB”, conta.

Nos EUA, exemplifica, o backlog (fila de encomendas) equivale a um ano de produção do item. A fibra do cabo é feita na fábrica da OFS na Dinamarca e os kits são montados aqui no Brasil, já pré-conectorizados.

Resultados

Ele também afirmou que a empresa vem colhendo bons resultados no Brasil nos últimos anos. As vendas locais cresceram 35% em 2021 (cujo ano fiscal terminou em março) sobre 2020. Significa faturamento de R$ 2,1 bilhões.

Para o ano fiscal de 2020, a projeção é de crescimento de 15%. Segundo ele, a redução do ritmo de expansão neste próximo ano se deve à base de comparação, que foi impactada pela demanda durante a pandemia de Covid-19.

*O jornalista viajou a convite da Furukawa

Avatar photo

Rafael Bucco

Artigos: 4245