Facebook desarticula rede de falso engajamento no Brasil

Rede social removeu 837 milhões de spams e derrubou 583 milhões de contas falsas no mundo, apenas neste ano.

O Facebook anunciou hoje (15) que removeu 72 grupos, 50 contas e 5 páginas da rede social. Esse material estava todo ligado a um grupo identificado como PCSD que, conforme a empresa, violava as políticas de autenticidade e spam da rede social criada por Mark Zuckerberg (foto). O grupo atuava para ampliar, falsamente, o engajamento de perfis com postagens.

“Nossa investigação descobriu que uma entidade identificada como PCSD, baseada no Brasil, usou uma rede de Grupos, contas e Páginas onde as pessoas podiam comprar e vender reações, seguidores e Páginas, violando repetidas vezes nossos Padrões da Comunidade. Nós não permitimos um comportamento inautêntico coordenado e estamos banindo o PCSD de nossa plataforma”, explica o Facebook.

A remoção se deu a partir da identificação do abuso aos termos de serviço da plataforma pelo Digital Forensic Research Lab, grupo de investigação de sobre abusos e campanhas de desinformação na internet, da organização norte-americana Atlantic Council, dedicada ao estudo de relações internacionais.

O Facebook diz que continuará a buscar e bloquear abusos em sua plataforma. Apenas neste ano, a rede removeu 837 milhões de spams e desativou 583 milhões de contas falsas no mundo. Segundo a rede, muitas dessas ações acontecem de forma automatizada, graças ao uso de machine learning e inteligência artificial.

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10510