Empresas terão acesso a dados públicos de alto valor na Europa

Setor privado deve ter acesso gratuito a dados públicos por 16 meses; iniciativa da Comissão Europeia tem o objetivo de estimular o desenvolvimento de serviços que podem beneficiar a sociedade
Setor privado terá acesso a dados públicos na Europa
Decisão da Comissão Europeia de liberar acesso a dados públicos tem o objetivo de estimular o desenvolvimento de soluções tecnológicas na Europa (crédito: Freepik)

A Comissão Europeia publicou, nesta sexta-feira, 20, uma lista de conjunto de dados que os órgãos públicos terão de disponibilizar para reutilização pelo setor privado. O acesso aos chamados “dados de alto valor” será gratuito e ficará disponível por 16 meses.

Segundo o órgão executivo da União Europeia (UE), certos dados do setor público, como os meteorológicos e de qualidade do ar, são valiosos para criadores de serviços e aplicações, de modo que o compartilhamento com empresas pode beneficiar a sociedade, o meio ambiente e a economia.

Nesse sentido, a comissão definiu seis categorias de dados que devem ser disponibilizados: geoespacial; observação da Terra e meio ambiente; meteorológico; estatística; empresas; e mobilidade.

A comissão indicou que as cadeias temáticas podem ser ampliadas posteriormente. Além disso, os conjuntos de dados deverão ser disponibilizados em formato legível por máquina, por meio de um API (Application Programming Interface).

A expectativa é de que o compartilhamento de dados públicos impulsione o empreendedorismo, sobretudo as pequenas e médias empresas (PMEs) e as startups, além de estimular a atração de investidores para novos negócios na Europa.

“A disponibilização de conjuntos de dados de alto valor beneficiará tanto a economia quanto a sociedade, por exemplo, ajudando a combater as mudanças climáticas, reduzindo a poluição do ar urbano e melhorando a infraestrutura de transporte”, destacou Margrethe Vestager, vice-presidente executiva da Europe Fit for the Digital Age (Uma Europa preparada para a Era Digital), estratégia da UE para tecnologia digital.

“Este é um passo prático para alcançar uma década digital de sucesso e construir um futuro digital mais próspero”, complementou.

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10578