CFO da Oi renuncia ao cargo

Ricardo Malavazi deixa o cargo. Posição será ocupada interinamente por Carlos Augusto Machado Pereira de Almeida Brandão.

Designed by Alekksall / Freepik

O diretor de finanças e relações com investidores da Oi, Ricardo Malavazi, apresentou nesta segunda-feira, 02, sua renúncia ao cargo. Os motivos da saída não foram revelados pela companhia. O posto passa a ser ocupado interinamenteo por Carlos Augusto Machado Pereira de Almeida Brandão, que era diretor “sem designação específica” da tele.

Segundo rumores que circularam pelo mercado na semana passada, a diretoria da Oi teria se desentendido com um dos principais acionistas da companhia, Nelson Tanure, do Société Mondiale.

O jornal Valor Econômico relatou que na última reunião do conselho de administração da companhia, em 28 de setembro, Tanure teria apresentado uma proposta própria de recuperação judicial. A diretoria estatutária da empresa teria rechaçado a proposta e se recusado a assiná-la.

A companhia afirma que seu posicionamento oficial é apenas o comunicado ao mercado emitido nesta segunda-feira.

A Oi passa por uma recuperação judicial, iniciada junho de 2016. Desde então, diretoria, acionistas e credores disputam qual plano de recuperação será o melhor para a concessionária.

Até o momento, a proposta que está na mesa foi apresentada em março deste ano, e prevê a venda de ativos, extensão do prazo de pagamento a credores e conversão de dívidas em 38% do capital da companhia. A Oi tem as datas de 23 de outubro e 27 de novembro para realizar assembleia com credores e obter aval a um plano de recuperação que agrade a todos.

Nas últimas semanas a diretoria vinha costurando um alteração plano, para garantir a entrada de dinheiro novo, capitalizando os negócios para manter a capacidade de investimentos. Este novo plano teria também uma diluição maior dos atuais sócios.

Avatar photo

Rafael Bucco

Artigos: 4152