CCT questionará critérios para conectividade das escolas em audiência pública

Audiência no Senado está prevista para 6 de dezembro. Estão convidados representantes do MCom, MEC, Anatel, RNP e EACE.
Foto: Pedro França/Agência Senado
Audiência sobre conectividade nas escolas é iniciativa do senador Izalci Lucas |  Foto: Pedro França/Agência Senado

A Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT) do Senado Federal prevê para 6 de dezembro uma audiência pública com o objetivo de discutir e acompanhar o projeto de conectividade das escolas públicas. O encontro atende requerimento do senador Izalci Lucas (PSD-DF), que questiona os mecanismos de fiscalização das entidades envolvidas na implementação. 

Em um dos pontos a serem debatidos, o senador cita a participação da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), pessoa jurídica de direito privado (sem fins lucrativos), em diversos programas de conectividade lançados nos últimos anos – como o Internet Brasil, e o programa Educação Conectada. 

“Vemos que, como OS [Organização Social], a entidade está promovendo seleções por meio de chamamento público e celebrando contratos para implementação de política pública. Ou seja, uma entidade de direito privado, que obedece a regulamento próprio, que não está obrigada a realização de procedimento licitatório, que não está sujeita a controle e fiscalização do TCU, encontra-se investida da responsabilidade de gerir projetos e programa com recursos advindos de licitação pública de bens públicos escassos como a radiofrequência, e de atender a princípios que regem a administração pública (como princípios da legalidade, moralidade, eficiência, economicidade, publicidade, impessoalidade e competição)”, consta no requerimento.

Sobre a gestão de recursos oriundos do Leilão do 5G, o parlamentar busca questionar a Entidade Administradora da Conectividade de Escolas (EACE) sobre os critérios para adoção da internet via satélite em testes realizados no âmbito do piloto do Grupo de Acompanhamento do Custeio a Projetos de Conectividade de Escolas (Gape). 

Outro ponto mencionado pelo senador como justificativa para debater o tema é de pedir informações sobre eventual “duplicidade de destinação de recursos” para implementação de diferentes redes de acesso à internet para uma mesma localidade, como banda larga fixa e satélite, concomitantemente. 

Serão convidados para a audiência pública representantes dos Ministério das Comunicações e da Educação; além da Agência Nacional de Telecomunicações, pelo Gape; da EACE  e da RNP.

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10673