Brisanet adere à energia renovável e projeta reduzir 40% dos custos com eletricidade

Operadora informou que unidades no Ceará e no Rio Grande do Norte passam a ser abastecidas com energia solar e eólica; companhia também aderiu à geração distribuída em Pernambuco
Unidades da Brisanet passam a consumir energia renovável
Unidades da operadora serão abastecidas com energia renovável (crédito: Divulgação/Brisanet)

A operadora nordestina Brisanet anunciou, nesta segunda-feira, 24, que passa a consumir energia renovável oriunda do mercado livre de energia, ambiente em que fornecedores e compradores podem negociar livremente o preço do insumo.

Segundo a tele, como parte de seu plano de sustentabilidade, suas unidades localizadas no Ceará e no Rio Grande do Norte passam a ser abastecidas por fontes renováveis, como a energia solar fotovoltaica e a eólica. A expectativa é de que o custo mensal da empresa com eletricidade nesses estados diminua em torno de 40%.

Além disso, a Brisanet informou que também aderiu à chamada “geração distribuída”, segmento em que a energia é gerada pelos consumidores e utilizada no mesmo local ou em ambiente próximo ao da produção. Na prática, trata-se de uma opção oposta à tradicional, a chamada “geração centralizada”, na qual a energia é gerada em grandes usinas e enviada aos consumidores pelas linhas de transmissão.

O plano de geração distribuída da operadora entrará em vigor, inicialmente, no estado de Pernambuco. De acordo com tele, a adesão irá proporcionar uma economia anual de mais de R$ 200 mil, com uma redução de cerca de 10% em relação ao consumo de energia mensal que a companhia tem em todo o território pernambucano.

A empresa indicou que, até o fim do primeiro semestre de 2024, todas as suas unidades consumidoras em outros estados (CE, PB, PI, AL, SE, MA e BA) também devem ser contempladas pela iniciativa.

“Com o 5G, vamos aumentar consideravelmente o consumo de energia. Portanto, ao consumir energia renovável, estaremos contribuindo para o desenvolvimento social, ambiental e sustentável da região”, afirma, em nota, João Paulo Estevam, diretor de operações do Grupo Brisanet.

Vale lembrar que a operadora já começou os testes de sua rede móvel. A previsão é de que os planos de banda larga 4G e 5G sejam lançados comercialmente em junho deste ano. (Com assessoria de imprensa)

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10568