Bradesco, Claro e Embratel vão desenvolver juntos soluções 5G

Com caráter experimental, o projeto faz parte de um acordo de colaboração e testes de casos de uso. Iniciativa envolve também as empresas NTT Data Brasil e a IBM. Primeiro piloto já começou e foca o mercado imobiliário.

Crédito: Freepik

O Bradesco, a Claro e a Embratel anunciaram nesta segunda-feira, 12, um acordo para desenvolverem e testarem casos de uso da tecnologia 5G. O projeto envolve ainda as empresas NTT DATA Brasil e a Tecnologia IBM, além do hub de inovação da operadora, o beOn Claro, e o inovabra, ecossistema de inovação aberta do banco.

Segundo as empresas, um dos objetivos será avaliar o desempenho de aplicações 5G em serviços cuja alta velocidade, baixa latência e grande capacidade de processamento de dados em tempo real sejam diferenciais.

A primeira prova de conceito desenvolvida em conjunto pelas empresas tem como ponto de partida o mercado imobiliário. A solução pretende agilizar a procura e a aquisição de imóveis, permitindo que o cliente faça buscas por filtros de interesses, navegue pelo modelo da propriedade em 3D e interaja com os ambientes em Realidade Aumentada e computação espacial. Simultaneamente, a ferramenta possibilita a simulação das condições para contratação do financiamento imobiliário. O projeto-piloto já está em andamento e utiliza tecnologia da NTT Data.

Outro caso de uso que deve ser testado em breve é um protótipo que avalia o uso da tecnologia para ampliar a segurança das agências. Em uma das unidades do banco, foram instaladas câmeras que se conectam à rede 5G da Claro. O conteúdo captado é analisado pelo software IBM Maximo Visual Inspection, que usa inteligência artificial para indicar possíveis situações de risco de segurança em tempo real e até possíveis melhorias de rotinas e processos físicos na agência.

Segundo Edilson Dias dos Reis, Diretor Executivo do Bradesco, o banco está na iniciativa com o objetivo de se antecipar à concorrência e descobrir tecnologias que podem ampliar o valor extraído da grande quantidade de dados obtidos a partir do comportamento dos clientes.

“Com tudo conectado, sai na frente quem interpreta melhor os dados em prol de melhores experiências e ofertas 100% centradas no perfil e momento de vida do cliente”, afirma Reis.

Enquanto a rede 5G é da Claro, a Embratel foi encarregada de montar o projeto para atendimentos das agências onde acontecerão os pilotos. “A partir da instalação da rede 5G nos ambientes de testes do Bradesco, realizamos um projeto com soluções personalizadas”, resume Antonio João Filho, Diretor-Executivo da empresa para o mercado financeiro.

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10510