Inatel e universidade finlandesa vão desenvolver juntas soluções em 6G

Inatel e a Universidade de Oulu, da Finlândia, vão trabalhar juntas no desenvolvimento de tecnologias 6G pelos próximos 2 anos. Ambas tinham acordo semelhante no 5G, que resultou em tecnologia de quinta geração de longuíssimo alcance, o 5G Range.

O Inatel e a Universidade de Oulu, da Finlândia, firmaram um novo acordo de cooperação tecnológica com o intuito de desenvolverem soluções que possam ser integradas à futura rede de comunicação móvel, 6G. A intenção é unificar técnicas e tecnologias inovadoras para dar suporte a aplicações que permitam fornecer serviços mais avançados em áreas remotas e rurais, o que tem sido almejado pelas duas instituições desde o início das pesquisas em conjunto.

O novo acordo terá duração de dois anos e pretende também avaliar o impacto de regulamentações, como os requisitos globais do sistema 6G, estabelecidos pela ITU (International Telecommunication Union).

“O projeto 5G-RANGE (primeiro projeto desenvolvido em parceria) permitiu a concepção de uma rede de longo alcance, mas diversos detalhes de implementação não foram desenvolvidos devido a algumas limitações. Um dos pontos que desenvolvemos para provar o conceito, mas que precisa de melhorias, é o sensoriamento espectral para coexistir com as tecnologias legadas em TVWS. Este novo acordo vai atacar este problema em específico, permitindo que a rede desenvolvida atinja uma capacidade de detecção de redes primárias compatível com as regulamentações no Brasil e na Finlândia”, explica o professor Luciano Leonel Mendes, que irá coordenar as pesquisas no Inatel.

Os estudos devem gerar benefícios para diversos setores como agricultura, serviços de saúde, serviços governamentais, organizações de logística, empresas de mineração, entre outros. Os resultados serão compartilhados pelos grupos de pesquisa das instituições, o Brasil 6G (Inatel) e o 6G Flagship (Oulu), e serão divulgados na plataforma Brasil 6G.

O Inatel e a Universidade de Oulu são parceiros desde 2017, quando começam a desenvolver pesquisas em conjunto sobre 5G. Estiveram juntas no projeto 5G Range, que concebeu uma rede para levar conectividade a longas distâncias e, desde 2020, desenvolvem estudos em conjunto sobre 6G.

“A parceria com a OULU é fundamental para o Inatel e para o Brasil 6G, uma vez que a instituição europeia lidera as principais pesquisas em redes 6G no mundo. Podemos contribuir de forma ativa através dos casos de uso de interesse nacional que também afetam a Finlândia, como a cobertura em áreas remotas e rurais, ao mesmo tempo que nos beneficiamos da escala das pesquisas realizadas em Oulu. A troca de experiência e desenvolvimento científico em conjunto beneficia as ambas as instituições e amplia as oportunidades para os ecossistemas de redes móveis em ambos os lados do atlântico”, avalia o professor Luciano.

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10695