Anatel e ABDI premiam 14 projetos de redes privativas 4G e 5G

Nessa primeira edição, 28 projetos foram inscritos, utilizando, principalmente, as tecnologias 4G e 5G

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) premiaram, nesta sexta-feira (1º), em cerimônia na sede da Agência em Brasília, com o troféu de Conectividade em Redes Privativas, os 14 projetos mais bem avaliados no uso dessa tecnologia no País. O Prêmio ABDI Anatel, que está na sua primeira edição, recebeu as candidaturas de 28 projetos utilizando, principalmente, as tecnologias 4G e 5G, de empresas de diversos setores, entre prestadoras de telecomunicações e institutos de pesquisa.

A iniciativa permitiu identificar exemplos de uso do espectro para diferentes aplicações, como uso nos setores de agro, industrial, utilities, mineração, energia, saúde, segurança, smart city, educação, pesquisa e, também, para o setor de entretenimento.

Segundo o presidente da Anatel, Carlos Baigorri, o objetivo da premiação é mostrar que “existem aplicações já operacionais e divulgá-las para que o uso do 5G na indústria se acelere o mais rápido possível”. O prêmio segue um exemplo de incentivo aplicado pela China à sua indústria. A premiação permite destacar exemplos de aplicações que reduzam a distância entre as prestadoras que conhecem a estrutura de conectividade e a indústria e o agronegócio e suas estruturas de produção.

O presidente da ABDI, Igor Calvet, disse que no 5G a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial identificou a tecnologia como habilitadora para o desenvolvimento da Indústria 4.0. “Sem essa tecnologia, parte do esforço de fomentar a Industria 4.0 no País seria perdido”, analisou.

As redes privativas podem ser definidas como redes de telecomunicação para implementação de soluções específicas, associadas ao serviço limitado privado, para operação em faixas de frequências cujas condições de uso derivam de padrões internacionais que permitem aplicações ponto-multiponto e ponto-área diversificadas. Essas redes são utilizadas por setores como o industrial, de utilities, agropecuário, de negócios, óleo e gás e para outras aplicações privadas, cujos requisitos podem divergir daqueles ofertados por redes de telecomunicações comerciais.

Segue abaixo a lista dos projetos ganhadores do Troféu de Conectividade em Redes Privativas Anatel/ABDI, por categoria:

1. Redes Privativas – Agro

Projeto – IoT Campo Conectado (PUC-Rio): Rede Privativa instalada em Paranatinga/MT, para sistema de Agro 4.0, na faixa de 700 MHz com tecnologia 4G. Parceria entre a PUC-Rio, Nokia e Datora Telecom e a Arqia (Unidade de Tecnologia Móvel do Grupo Datora).

Projeto – SemeAR-0 (CPQD): Rede Privativa instalada em São Miguel Arcanjo/SP, para sistema de Agro 4.0, na faixa de 250 MHz com tecnologia 4G, além de Wi-Fi e LoraWAN. Parceria entre o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPQD), Tropico – Sistemas e Telecomunicações, a Cambium Networks Brasil e a empresa Khomp.

Projeto – Campo Conectado (Sol Internet of People): Rede Privativa instalada em Mato Grosso, para sistema de Agro 4.0, na faixa de 700 MHz com tecnologia 4G. Parceria entre a Startup Sol: Internet of People, a Huawei e a Claro S.A.

2. Rede Privativa – Indústria

Projeto – Centro Logístico Inteligente (Huawei): Rede Privativa instalada em Sorocaba/SP, para sistema de Indústria 4.0, na faixa de 3,5 GHz, com tecnologia 5G. Parceria entre a Huawei e a Telefônica Brasil.

Projeto – Siderurgia do Futuro (Gerdau): Rede Privativa instalada em Ouro Branco/MG, para sistema de Indústria 4.0, nas faixas de 1.800 MHz e 3,5 GHz, com tecnologias CAT-M, 4G, 5G. Parceria entre a Gerdau S.A., Embratel, Huawei e a Claro S.A.

Projeto – OpenLab WEG-V2COM (WEG S.A.): Rede Privativa instalada em Jaraguá do Sul/SC, para sistema de Indústria 4.0, na faixa de 3,5 GHz, com tecnologia 5G. Parceria entre a empresa WEG, Embratel, Ericsson e Claro S.A.

3. Rede Privativa – Utilities / Mineração / Óleo e Gás

Projeto – Conectividade Industrial (Petrobras): Rede Privativa instalada em diferentes localidades do Brasil, para ambientes onshore e offshore, nas faixas de 700 MHz e 1.800 MHz, com tecnologia 4G e previsão para evolução para 5G. Parceria entre a Petrobras, Huawei, Nokia e Telefônica Brasil.

Projeto – Programa de Conectividade (VALE): Rede Privativa instalada em municípios do Pará e de Minas Gerais, para ambiente de mineração, nas faixas de 700 MHz, 2.1GHz, 2.3GHz, com tecnologias CAT-M e 4G, que levou também conectividade à comunidade local. Parceria entre a Vale S.A., Nokia e Telefônica Brasil.

Projeto – Energia do Futuro (NeoEnergia Elektro): Rede Privativa instalada em diferentes municípios de São Paulo, para implementação de sistemas de medição inteligente, automação e suporte à operação para distribuição de energia elétrica, na faixa de 700 MHz e testes em 400 MHz, com tecnologia 4G. Parceria entre a Neoenergia, Nokia, General Electric e Telefônica.

4. Rede Privativa – Smart City / Educação / Saúde / Transporte

Projeto – OpenCare 5G (Hospital das Clínicas da USP/SP): Rede Privativa do Hospital das Clínicas /SP, para sistema de telemedicina para atendimento de população desassistida, especialmente, comunidades indígenas. Sistema OpenRAN na faixa de 3.700 – 3.800 MHz, com tecnologia 5G. Parceria entre o Hospital das Clínicas, a Deloitte Brasil, a Siemens, a NEC e AirSpan.

Projeto – Vídeo Polícia Expansão (SSP-BA): Rede Privativa instalada em Salvador e Região Metropolitana / BA, para sistema de auxílio às forças de segurança pública, na faixa de 700 MHz, com tecnologia 4G. Parceria entre a Secretaria de Segurança Pública do Estado da Bahia, a Huawei e a Oi Soluções.

Projeto – Solução Inovadora (Prefeitura de Pato Branco/PR): Rede Privativa instalada em Pato Branco/PR, para sistema de Smart City, provendo câmeras de reconhecimento facial para segurança pública e Wi-Fi público, nas faixas de 3.700 – 3.800 MHz, com tecnologia 5G. Parceria entre a Prefeitura de Pato Branco, Juganu e Claro S.A.

Projetos – Destaque de Inovação no uso da Tecnologia 5G

Projeto – 5G Race 360 (Stock Car): Rede Privativa instalada em autódromos, para implantação de experiência imersiva que proporciona uma visão de 360° de dentro do carro para os espectadores, na faixa de 3.700 – 3.800 MHz, com tecnologia 5G. Parceria entre a Stock Car, a Qualcomm, Baicells e Audacetech.

Projetos – Destaque de Pesquisa e Desenvolvimento em 5G

Projeto – Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação com Tecnologia 5G: Rede Privativa no Parque Tecnológico Itaipu, em Foz do Iguaçu/PR, para oferecerem infraestrutura de telecomunicações para um laboratório de desenvolvimento de aplicações, produtos e devices em geral para soluções de alto impacto na indústria 4.0, nas faixas de 3.700 – 3.800 MHz, com tecnologia 5G. Parceria entre a Fundação Parque Tecnológico Itaipu e a Nokia.

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10521