Alares tem novo prejuízo e revê estratégia para aumentar receitas

O EBITDA da Alares foi de R$ 45,16 milhões, alta de 40,8%. O endividamento cresceu de R$ 675,5 milhões no final de 2021 para R$ 691,37 milhões em setembro.

Denis Ferreira - Novo CEO do Grupo Conexão - Crédito: Divulgação

O Grupo Alares (antigo Conexão e Triple Play) divulgou os resultados do terceiro trimestre do ano, no qual apresentou prejuízo de R$ 45 milhões, o dobro da perda vista no mesmo período de 2021.

Os resultados foram negativos por conta principalmente do resultado financeiro, negativo em R$ 39,84 milhões em razão do pagamento de debêntures. Houve ainda aumento de despesas financeiras de pagamento a consultorias para aquisições e investimentos para expansão da rede.

Segundo a empresa, já neste trimestre colocou em prática uma estratégica de valorização dos serviços para aumentar o ticket médio, dessa forma, gerando mais receitas.

A estratégia revisada começou a surtir efeitos, garantem os executivos da companhia, no relatório financeiro. Afirma que as receitas aumentaram 12,5% no trimestre, e atingiram R$ 128,55 milhões graças à nova abordagem e às aquisições feitas ao longo dos últimos 12 meses. A margem EBITDA também melhorou, pulou de 28,1% um ano atrás para 35,1% agora.

O EBITDA da Alares foi de R$ 45,16 milhões, alta de 40,8%. O endividamento cresceu de R$ 675,5 milhões no final de 2021 para R$ 691,37 milhões em setembro.

No âmbito operacional, a empresa acelerou a passagem de fibra nas cidades. O total de Homes Passed agora supera 1,7 milhões, com taxa de penetração acima de 29%.

“Além do crescimento de volume, as novas instalações apresentaram também crescimento do ticket médio, refletindo a estratégia de revisão do portfólio e atuação comercial, para geração de maior valor”, diz Denis Ferreira, CEO.

Além das mudanças nas ofertas, a empresa anunciou reformulação da marca em 9 de novembro. Aos poucos, todas as operadoras regionais do grupo vão migrar para o nome Alares até o final de março. As marcas Cabo Telecom,  Multiplay, Outcenter, Conexão, Starweb, Webnet e Waynet deixarão de existir.

Em 30 de setembro de 2022, o Grupo atingiu mais de 506 mil assinantes, crescimento de 46 mil assinantes em relação ao 3T21.

Ao longo dos últimos 12 meses a companhia comprou os provedores IP3 Tecnologia, NHA Chica Provedor de Internet Resendenet, Ntcom Telecomunicações, Netvga Serviços em Telecomunicações e Telecomunicações
Sapucaí Telecom.

Avatar photo

Rafael Bucco

Artigos: 4150