AGROtic começa nesta quarta, 15, com as novas tecnologias para o campo

A nona edição do evento vai debater temas como bioeconomia, metaverso e Agricultura 5.0

(Crédito: Freepik)

O AGROtic 2023 começa nesta quarta-feira, 15, com amplos debates sobre a logística no agrobusiness; o atendimento à demanda do mercado externo; o avanço da conectividade rural e as inovações na produção da proteína animal. O evento é uma promoção da Momento Editorial e Bit Social em parceria com a EsalqTec e será realizado em ambiente virtual.

A primeira palestra do AGROtic será sobre “Um olhar sustentável e inovador para o agronegócio”, proferida pela diretora do Departamento de Produção Sustentável e Irrigação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Sibelle Silva. Ou seja, uma oportunidade de conhecer os planos do novo governo para o campo.

O painel “Bioeconomia: o que está por vir” debaterá estudo da Embrapa que aponta a capacidade de gerar um faturamento industrial anual de US$ 284 bilhões até 2050, com a implantação da bioeconomia. Para obter esse montante, o país precisa implementar a transição energética e a intensificação de tecnologias bio renováveis e medidas eficazes para redução da emissão de gases do efeito estufa.

Cristiano Blanez, diretor de Inovação na NEC no Brasil; Paula Packer, pesquisadora Chefe Geral da Embrapa Meio Ambiente e Felipe Albuquerque, executivo de Desenvolvimento de Novos Negócios de Carbono da Divisão Agrícola da Bayer vão debater esse tema. A mediação ficará a cargo da jornalista Wanise Ferreira, curadora do AGROtic.

Antes do segundo painel, a palestra da Vivo Agro: Soluções para melhor produtividade no campo será ministrada por Leandro Ramos, gerente sênior de Produtos Telefónica Tech Vivo Empresas.

Ainda no dia 15, o painel sobre “Gerenciamento de risco” vai abordar sobre as informações geradas em todas as etapas do processo produtivo que pode ser de grande valia para acordos de financiamento e seguros. Mas as ferramentas para análise desses dados, como Big Data, Machine Learning ou Inteligência Artificial estão sendo suficientes para o monitoramento e gerenciamento de risco? Como fazer a gestão científica de dados e extrair e fornecer a informação necessária ao produtor?

Esse tema será debatido Leandro Ramos, gerente Sênior de Produtos Telefónica Tech Vivo Empresas, Luiz Tangari, co-founder da Tarken; Luis Veit, Head de Agronegócios da Sicredi Matheus Borella, Agrointelligence Leader do Itaú BBA. A mediação desse painel será feita por Sérgio Barbosa, gerente executivo da EsalqTec, parceira do Tele.Síntese na realização do evento.

Metaverso

O primeiro painel da quinta-feira, 16, por exemplo, vai tratar dos benefícios que trarão ao campo a Agricultura 5.0 e Metaverso. Para esse debate confirmaram presença Maurício de Menezes, gerente de Conexões com Clientes LATAM da John Deere; Paulo Humberto Gouvea, diretor de Soluções Corporativas da Tim Brasil; Renato Correa, head de Remote Sensing e Computer Vision da Syngenta Digital e Ricardo Matiello, CEO da RICMA.

Antes desse debate, Paulo Humberto Gouvea, diretor de Soluções Corporativas da Tim Brasil, fará uma explanação dos trabalhos da operadora no campo. Recentemente, a Fazenda Água Santa, um dos principais produtores de batatas no país, cobriu seus hectares com a conectividade da TIM em Minas Gerais e Bahia. O 4G da operadora atenderá às unidades e fazendas localizadas em Perdizes e Sacramento (MG) e Jaborandi (BA).

Já Aldo Clementi, diretor de Desenvolvimento de Negócios na IHS Towers, vai falar sobre a importância da empresa de torres na conectividade do campo.

O segundo painel do dia 16 do AGROtic tratará da importância da logística 4.0 para completar o ciclo de transformação digital do agronegócio. Já confirmaram presença no debate Eduardo Polidoro, diretor de IoT da ClaroFabio Jardim, gerente Sênior de Tecnologia da Unidade de Negócios de Data Analytics e IoT da LogicalisRoberto Paveck, gerente de Planejamento Logístico do Porto de SantosThiago Guilherme Péra, coordenador Geral da Esalq-LOG e Thomas Gautier, CEO da Freto.

Nessa discussão, que será mediada pela jornalista Wanise Ferreira, o foco é apontar uma cadeia logística inteligente que ajude o agronegócio a diminuir custos, garantir produtividade e rentabilidade além de garantir o rastreamento dos produtos.

Ainda no dia 16, Eduardo Polidoro, diretor de IoT da Claro fará uma explanação das ações da operadora no campo. Serão ainda apresentadas as startups A2W Tecnologia e Inovações e Agrometaverso.

Pecuária e agricultura familiar

No terceiro dia do AGROtic 2023, sexta-feira, 17, são destaques a pecuária sustentável e o crescimento da agricultura familiar, que compõe ecossistemas de grandes empresas.

Para esses debates confirmaram presença Matheus Ferreira Pinto da Silva, secretário Executivo Adjunto do Instituto CNAMarcos Iguma, Head Unidade de Bovinos de Corte da Arroba TechMaurício Palma Nogueira, diretor da Athenagro e Coordenador do Rally da Pecuária e Sergio Raposo de Medeiros, pesquisador da Embrapa Pecuária Sudeste.

Para o debate sobre agricultura familiar, já está certa a participação de Aldo Clementi, diretor de Desenvolvimento de Negócios na IHS Towers; Ana Helena de Andrade, presidente da ConectarAGRO Vânia Moda Cirino, diretora de Pesquisa e Inovação do IDR-Paraná.

Ao final dos três dias do AGROtic 2023, startups com inovações para o campo apresentarão seus produtos. Como a Perfect Flight, que tem como missão prestar serviços de monitoramento de aplicações aéreas através de plataforma digital e aplicativo mobile que geram eficiência na gestão da produção agrícola e agregam valor ao cliente.

A nona edição do AGROtic tem o patrocínio da Claro, Vivo Agro e TIM, operadoras que investem pesado na digitalização do campo, além da empresa de torres IHS. O apoio institucional é da Cocriagro e Fealq.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas aqui.

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10507