Acionistas aprovam fusão entre Cablevisón e Telecom Argentina

União de negócios do Grupo Clarín e do fundo Fintech depende, agora, apenas do aval do regulador. Se aprovada, empresa poderá vender combos quad-play antes de Claro e Telefónica na Argentina.

voto-escolha-visto-checado-pessoas-936x600Os acionistas da Cablevisión aprovaram por unanimidade, nesta semana, a fusão da empresa com a Telecom Argentina. O movimento das empresa é estratégico. Prevê iniciar a venda de pacotes quad-play (voz fixa, móvel, banda larga e TV) no país. Para a união ser finalizada, aguarda ainda o aval do regulador.

A Telecom Argentina era do grupo Telecom Italia, e foi vendida para o fundo local Fintech em 2016. Já a Cablevisión pertence ao grupo de mídia Clarín.

A união resulta em um conglomerado capaz de competir com Claro (América Móvil) e Telefónica, que já têm condições de comercializar pacotes de serviços de telecomunicações no país. O governo do presidente Mauricio Macri publicou decreto no começo do ano autorizando empresas do país a vender serviços quadruple-play. E dando vantagem ao Grupo Clarín, que poderá explorar essa modalidade até o final do ano, enquanto as concorrentes, só em 2018.

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10693