TIM tem expectativa positiva sobre PLC 79

A aprovação do novo marco legal irá trazer três novas fontes de recursos para a banda larga, afirma Leandro Guerra

A TIM tem expectativa positiva quanto à aprovação do PLC 79 (que muda o marco legal de telecomunicações), que irá, no entender de Leandro Guerra, diretor de Relações Institucionais da operadora, acelerar os investimentos em banda larga no Brasil. “Apesar de depender da agenda legislativa, O PLC 79 pode ser o ponto de partida para a alocação de uma série de novos recursos que virão com a troca de obrigações da renovação da concessão, do espectro e do Fust [ Fundo de Universalização]”, disse durante debate no Encontro Tele.Síntese, realizado ontem, 9, em Brasília.

Guerra assinalou que o leilão da 5G, prometido para março do próximo ano pela Anatel, irá lançar o Brasil como protagonista do processo na América Latina, mas ressaltou que a empresa não quer o leilão a qualquer custo. ” Temos que ser racional, e não deve ser arrecadatório, pois o dinheiro é o mesmo. Se tirar para pagar o espectro, não haverá para a infraestrutura”, ponderou.

Ele ressaltou  que a TIM já está se preparando para a nova tecnologia, que, no seu entender, irá oferecer muito mais do que maior velocidade, sendo capaz de transformar a produtividade e a competitividade do país.

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10523