Samsung terá perdas de ao menos US$ 4,3 bi no ano devido ao Note 7

Companhia focará esforços no Galaxy S7 para tentar recuperar perdas, que devem ser contabilizadas pelo menos até o começo de 2017

GalaxyNote7_samsungA novela em torno do phablet Galaxy Note 7 continua. Em duas semanas a Samsung, fabricante do aparelho, soltou dois diferentes números preliminares sobre o balanço financeiro esperado para o terceiro trimestre. Nesta sexta-feira, 14, soltou um aviso ao mercado antecipando o impacto que o fiasco terá no quarto trimestre. Em números, aferá uma perda de ao menos US$ 2 bilhões. Somados às perdas de US$ 2,3 bilhões do terceiro trimestre, tem-se perdas de ao menos US$ 5,3 bilhões neste ano.

A Samsung diz que pelo menos até o primeiro trimestre de 2017 haverá perdas (pelo menos US$ 1 bilhão) provocadas pelos problemas de combustão dos Note 7. O valor, no entanto, pode ser bem maior. Os números da companhia levam em conta, por enquanto, os gastos com recall dos aparelhos, cancelamento da produção, gestão dos estoques e recolhimento das peças. Não está claro o impacto sobre marca, reputação, e demanda de outro aparelhos da empresa.

O smartphone foi lançado em agosto desde ano e retirado do mercado em apenas dois meses. No Brasil, o produto sequer começou a ser vendido. Segundo a companhia sul-coreana, o foco será acelerar as vendas do Galaxy S7, seu smartphone mais sofisticado com o fim do Note 7.

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10510