Reclamações por usuários de serviços de telecomunicações caem em 2022

Segundo a Conexis Brasil Digital, as reclamações por usuários de serviços de telecomunicações apresentaram uma redução de 506.936 queixas.

 

Segundo a Conexis Brasil Digital, por meio de dados recolhidos pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o número de reclamações de usuários de serviços de telecomunicações caiu 22,7% em 2022, na comparação com 2021.

Durante todo o ano de 2021 foram registradas 2.228.391 queixas, já em 2022 estas caíram para 1.721.455, uma redução de 506.936 queixas.

Reclamações de usuários relacionadas a plano de serviços de telecomunicações, oferta, bônus, promoções e mensagens publicitárias caíram 15% em 2022, de 49.682 para 42.302. Já o serviço de TV por assinatura teve a maior queda, registrando 26,3% a menos de reclamações em 2022 quando comparado com 2021. As reclamações relacionadas ao serviço de banda larga fixa caíram 21,6% e as relacionadas à telefonia móvel, 16,9%.

“Tivemos mais um ano de quedas acentuadas nas reclamações registradas na Anatel. Isso é resultado das ações do setor e reflexo das políticas de autorregulação adotadas pelas empresas”, afirmou o presidente-executivo da Conexis Brasil Digital, Marcos Ferrari.

Parte das quedas nas reclamações, avalia Ferrari, está ligada à plataforma como a Não Me Perturbe, que está com mais de 11 milhões de números cadastrados, avalia.

No período de 12 meses (dezembro a dezembro), o número de reclamações caiu 28,1% na comparação com 2021, passando de 152.685 para 109.747, uma redução de quase 43 mil queixas.

Dezembro também foi o mês com o menor número de reclamações de todo o ano de 2022, apresentando queda em todos os principais serviços de telecomunicações. A maior ocorreu na TV por assinatura, cujo índice caiu 38,7%, de 10.854 para 7.743. No serviço de internet banda larga fixa, as reclamações caíram 27,1%, de 39.248 para 28.608. Na telefonia móvel, as reclamações caíram 26,4% em dezembro de 2022 em relação a dezembro de 2021, passando de 79.301 para 58.385 queixas. (Com assessoria de imprensa)

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10690