Qualcomm inicia distribuição de kits Open RAN para testes

Qualcomm afirma que redes Open RAN baseadas em seus novos produtos serão ativadas no segundo semestre de 2023

A Qualcomm começou a distribuir seus kits para redes 5G Open RAN a operadoras de todo o mundo. Segundo a empresa, com a iniciativa as empresas poderão testar a tecnologia que, prevê, será ativada em redes comerciais a partir do segundo semestre do ano que vem.

Os produtos distribuídos são o X100 5G RAN Accelerator Card e o modem QRU100 5G RAN. Os clientes e parceiros farão integração e verificação de soluções na infraestrutura móvel 5G.

Diz a Qualcomm esses produtos simplificam e reduzem o custo total de propriedade das implantações 5G Open RAN. A placa aceleradora usa hardware para tornar mais rápido o processamento do tráfego e das funções virtualizadas 5G. É compatível com tecnologia MIMO 64T64R.

O modem QRU100 5G RAN também trabalha com Massive MIMO nas frequências baixas, médias e milimétricas. Traz opção de compartilhamento do equipamento entre diferentes operadoras, DSS e beamforming. Ambos têm fronthaul Ethernet de 300 Gbps.

Open RAN no Brasil

Ainda uma promessa, sem usos comerciais de grande escala, o Open RAN é testado em pilotos por todas as operadoras locais. Fabricantes que não têm posição dominante no mercado de redes atual defendem a tecnologia como forma de abrir o concentrado mercado da infraestrutura de rede, assim como empresas de cloud, que anseiam por entrar no segmento através da virtualização que o 5G proporciona.

A Qualcomm, como fornecedora de chipsets e patentes, apoia o movimento, assim como Intel, Microsoft, Samsung, Nokia, Foxconn, entre outras. Do Brasil, Trópico e CPQD estão entre os apoiadores do modelo de rede, que prevê a desagregação entre hardware e software.

Inclusive, Trópico, CPQD, Inatel e Qualcomm Brasil realizam desde fevereiro pesquisas conjuntas para o desenvolvimento de produtos Open RAN 5G 3GPP no Brasil.

Avatar photo

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Artigos: 10383